icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
30/08/2015
00:43

O Chelsea atravessa um momento bem conturbado. A campanha neste início de 2015-2016 é indigna do atual campeão inglês. O aproveitamento desta temporada chega a míseros 26,6%. Neste sábado, os Blues foram derrotados pelo Crystal Palace por 2 a 1 no centésimo jogo do técnico José Mourinho no Stamford Bridge, curiosamente, apenas o segundo revés do português como mandante na Premier League.

Em campo, nada anda bem. Se antes Mourinho tinha o elenco nas mãos, agora, ele ainda não encontrou um padrão de jogo. Fora das quatro linhas, o técnico já bateu cabeça com o departamento médico e afastou a espanhola Eva Carneiro. O Special One  já reclamou algumas vezes do setor, dizendo, em outras oportunidades, que não sabia da real situação clínica de alguns de seus jogadores.

A imprensa e até a torcida do Chelsea reprovaram as atitudes de Mourinho, dizendo que ele foi grosseiro com Eva Carneiro, que chegou a agradecer em seu Facebook pelo apoio público. Nos comentários, aprovação praticamente total para ela.

Funcionária do departamento médico, Eva Carneiro foi duramente criticada por José Mourinho (Foto, AFP)

Nem mesmo as chegadas dos atacantes Pedro e Falcao García fizeram o time melhorar, apesar de ambos marcarem nos últimos jogos. Os Blues não conseguiram se impôr em casa e sofreram com os desfalques de Terry, Ramires e Oscar. Sem reposição em algumas posições, o time ainda se desfez de Cech, Cuadrado e Filipe Luis.

A temporada começou com derrota para o  Arsenal na Supercopa da Inglaterra. Mourinho, que perdeu para o rival Arsene Wenger pela primeira vez, minimizou o resultado, afirmando que tratava-se de um torneio de verão.

Chelsea começou a temporada com derrota para o rival londrino (Foto, AFP)

No Inglês, em casa, o campeão estreou com empate diante do Swansea em 2 a 2. Na semana seguinte, um revés de 3 a 0 para o Manchester City.  O efeito devastador da derrota no clássico diminuiu com suado triunfo sobre o West Brom por 3 a 2, fora. Neste sábado, tropeço diante do Palace num sábado festivo.

- Eu avisei antes do campeonato começar. É mais difícil ganhar dos adversários menores do que dos candidatos ao títulos. Esses times investiram muito bem. Eu disse - justificou o técnico dos Blues.

O Chelsea atravessa um momento bem conturbado. A campanha neste início de 2015-2016 é indigna do atual campeão inglês. O aproveitamento desta temporada chega a míseros 26,6%. Neste sábado, os Blues foram derrotados pelo Crystal Palace por 2 a 1 no centésimo jogo do técnico José Mourinho no Stamford Bridge, curiosamente, apenas o segundo revés do português como mandante na Premier League.

Em campo, nada anda bem. Se antes Mourinho tinha o elenco nas mãos, agora, ele ainda não encontrou um padrão de jogo. Fora das quatro linhas, o técnico já bateu cabeça com o departamento médico e afastou a espanhola Eva Carneiro. O Special One  já reclamou algumas vezes do setor, dizendo, em outras oportunidades, que não sabia da real situação clínica de alguns de seus jogadores.

A imprensa e até a torcida do Chelsea reprovaram as atitudes de Mourinho, dizendo que ele foi grosseiro com Eva Carneiro, que chegou a agradecer em seu Facebook pelo apoio público. Nos comentários, aprovação praticamente total para ela.

Funcionária do departamento médico, Eva Carneiro foi duramente criticada por José Mourinho (Foto, AFP)

Nem mesmo as chegadas dos atacantes Pedro e Falcao García fizeram o time melhorar, apesar de ambos marcarem nos últimos jogos. Os Blues não conseguiram se impôr em casa e sofreram com os desfalques de Terry, Ramires e Oscar. Sem reposição em algumas posições, o time ainda se desfez de Cech, Cuadrado e Filipe Luis.

A temporada começou com derrota para o  Arsenal na Supercopa da Inglaterra. Mourinho, que perdeu para o rival Arsene Wenger pela primeira vez, minimizou o resultado, afirmando que tratava-se de um torneio de verão.

Chelsea começou a temporada com derrota para o rival londrino (Foto, AFP)

No Inglês, em casa, o campeão estreou com empate diante do Swansea em 2 a 2. Na semana seguinte, um revés de 3 a 0 para o Manchester City.  O efeito devastador da derrota no clássico diminuiu com suado triunfo sobre o West Brom por 3 a 2, fora. Neste sábado, tropeço diante do Palace num sábado festivo.

- Eu avisei antes do campeonato começar. É mais difícil ganhar dos adversários menores do que dos candidatos ao títulos. Esses times investiram muito bem. Eu disse - justificou o técnico dos Blues.