Di María - Real Madrid (Foto: Christof Stache/ AFP)

Di María jogou no Real Madrid de 2010 a 2014 (Foto: Christof Stache/ AFP)

LANCE!
11/02/2017
10:38
Paris (FRA)

O Paris Saint-Germain ainda nem passou pelo Barcelona nas oitavas de final da Liga dos Campeões, mas o meia Ángel Di María já começa a sonhar com a decisão da competição. O argentino afirmou que seu desejo é enfrentar o Real Madrid, seu ex-clube, em uma possível final.

- Seria muito bonito (enfrentar o Real Mardid). Quando cheguei a Paris e pegamos o Real, já disse que tinha o pressentimento que uma hora ou outra iríamos nos enfrentar. E foi na fase de grupos. Foi bonito voltar ao Bernabéu e saudar todas as pessoas. Tomara que possamos eliminar o Barcelona e eu enfrente outra vez o Real nesta Liga dos Campeões. Seria muito bonito, pois também significaria que estamos na final - falou Di María em entrevista ao jornal 'Marca'.

Di María ainda aproveitou para defender Cristiano Ronaldo das críticas da torcida. O português não está marcando tantos gols quanto costumava e começa a ser questionado. Além de CR7, o argentino também mantém contato com o brasileiro Marcelo.

- É exagerado. Ele deu muito ao Real Madrid, como outros. Ganhou duas Liga dos Campeões, e as pessoas se esquecem um pouco disso, sempre querem mais. Messi passou pelo mesmo, que não fazia gols, que não estava como antes, mas de um dia para o outro a fagulha acende e os gols começam a sair. Não entendo que se questione Cristiano - analisou.

Di María - Bordeaux x PSG
Di María é um dos destaques do PSG (Foto: NICOLAS TUCAT / AFP)

Na próxima terça-feira, o PSG recebe o Barcelona no Parc des Princes, às 17h45 (de Brasília) para começar a disputa da vaga nas quartas de final da competição europeia. O jogo de volta será no dia 8 de março, às 16h45 (de Brasília).

- É óbvio que se fala disso no vestiário, mas cada ano é diferente. Há novos jogadores, é uma nova etapa e uma oportunidade nova para todos. É verdade que o Barça sempre é perigoso e sempre chegam todos 100% nesta parte da temporada. Mas vimos os jogos, como contra Real e Atlético, que eles custam a ganhar. E com a qualidade que temos, podemos fazer as coisas bem - disse o jogador, que também colocou o trio MSN como o melhor ataque do mundo atualmente.