Fora de Campo
02/01/2017
13:00
Rio de Janeiro (RJ)

Após ser nocauteada em apenas 48 segundos por Amanda Nunes na última sexta-feira, 30/12, na luta principal do UFC 207, em Las Vegas, Ronda Rousey declarou que vai ficar um tempo sem lutar.

E nas redes sociais, o ex-campeão Jon Jones aconselhou Ronda a não encerrar sua carreira no esporte. 'Meu conselho para Ronda seria se levantar e tentar outra vez. Acredito que ela será campeã pelo resto da vida dela, mesmo que nunca mais volte a ganhar outra luta. Acho que é importante ela mostrar aos fãs o quão grande realmente é por mostrar sua coragem e tentar de novo. O que ela fizer depois vai determinar seu legado. Realmente espero que ela escolha continuar. A história dela não tem que terminar aqui. Também acho que ela bate 90% da divisão. Tem muitos traseiros para serem chutados e muito dinheiro para ganhar', escreveu no Twitter.

O treinador de Ronda, Edmond Tarverdyan, foi alvo de muitas críticas após a derrota e Jon Jones também se pronunciou sobre isso: 'Parece que o mundo do MMA está contra seu técnico de boxe. Nunca o vi trabalhar, talvez ele não seja o problema. Talvez ela só precise complementar o técnico dela com uma família do MMA. Talvez ela deva se juntar a uma das maiores equipes'.

No Instagram, Jones compartilhou uma foto ao lado da lutadora fazendo um sinal negativo e escreveu: 'Para todos aqueles que amam chutar uma pessoa quando ela está caída.'

To all the people who loves to kick a person while they're down.

Uma foto publicada por Jon Bones Jones (@jonnybones) em