HOME - Fluminense x Atlético-PR - Primeira Liga - Time posado (Foto: Paulo Sérgio/LANCE!Press)

HOME - Fluminense x Atlético-PR - Primeira Liga - Time posado (Foto: Paulo Sérgio/LANCE!Press)

LANCE!
21/04/2016
14:33
Rio de Janeiro (RJ)

A conquista da Primeira Liga foi muito comemorada por jogadores, comissão técnica e diretoria. O Tricolor foi um dos clubes que mais apoiou a formação da competição e levou ela bem a sério. Não à toa, terminou como campeão. E do elenco atual, alguns nomes saem em alta com o título, enquanto outros saem em baixa.

No topo desta lista estão nomes como o atacante Marcos Júnior, autor do gol do título um ano e meio após quase desistir do futebol, o meia Gerson, que voltou para o Tricolor por seis meses e deixará as Laranjeiras com uma taça no currículo. Além deles, outro jogador criado nas categorias de base de Xerém, também sai com moral: Gustavo Scarpa, que vem se destacando desde o fim de 2014.

Outros jogadores que merecem destaque são Diego Cavalieri, sempre regular e herói na semifinal; Gum, que quase deixou o clube e terminou campeão e titular; Henrique, alvo de críticas nas primeiras partidas e muito seguro agora; Pierre, que virou titular absoluto com Levir; Cícero, sempre importante e capitão na ausência de Fred; Osvaldo, peça importante em jogos decisivos; além do técnico Levir Culpi, que fez esse time encaixar.

Por outro lado, alguns nomes terminaram a competição em baixa. O principal destaque negativo nesta campanha foi Fred, que praticamente não participou da campanha e após briga com Levir, ainda teve a imagem arranhada com a torcida. O zagueiro Marlon, que vinha como titular, perdeu espaço nesta temporada. Outro zagueiro, Renato Chaves, contratado no início do ano, também perdeu espaço e pode até deixar às Laranjeiras.