CT do Fluminense

CT Pedro Antonio, na Zona Oeste do Rio, sofreu com violência de bandidos mês passado (Divulgação)

LANCE!
02/02/2017
16:34
Rio de Janeiro (RJ)

O Fluminense publicou nota oficial nesta tarde negando as informações de que teria um acordo de conduta com facção criminosa no CT Pedro Antonio. Os jogadores e comissão técnica do clube teriam que seguir um procedimento para ter a segurança garantida na entrada da nova casa na Zona Oeste do Rio. O suposto diálogo com moradores da Cidade de Deus foi publicado pelo site 'Uol' nesta manhã.

Na declaração, a diretoria estuda a construção de um muro em torno do CT e obras nas ruas de acesso. O clube mantém contato com autoridades para amenizar o clima de insegurança na região. Confira a nota oficial na íntegra

"O Fluminense Football Club informa que vem fazendo um trabalho de relacionamento com as comunidades que ficam localizadas próximas ao Centro de Treinamento Pedro Antonio Ribeiro da Silva. No entanto, em momento algum houve qualquer tipo de diálogo no sentido de serem colocadas sinalizações, por parte dos moradores, para aumentar a segurança dos profissionais do clube que trabalham no Centro de Treinamento.

Atualmente, o Fluminense faz estudos de viabilidade para a construção de um muro no CT. A obra de uma rua para facilitar o acesso também está nos planos e a diretoria analisa a melhor forma de iniciar esse processo. Além disso, a direção do clube segue em contato frequente com as autoridades no sentido de garantir total segurança aos seus profissionais e aos profissionais de imprensa que trabalham diariamente no Centro de Treinamentos.

Comunicação Institucional FFC"