Marquinho - Fluminense

Marquinho foi anunciado como reforço do Fluminense (Foto: Divulgação/Site Oficial do Arsenal)

LANCE!
14/07/2016
16:40
Rio de Janeiro (RJ)

A diretoria do Fluminense busca reforçar o atual elenco e está perto de fechar com dois nomes. Wellington Silva, que está no Arsenal e é velho conhecido da torcida por ser revelado em Xerém, e Danilinho, ex-Atlético-MG e atualmente emprestado ao Chiapas Jaguar (MEX).

Além deles, há dois nomes já confirmados, o de Marquinho, autor do gol que salvou a equipe da Série B em 2009 e campeão brasileiro de 2010, e o de Henrique Dourado, centroavante, ex-Santos, Palmeiras e Cruzeiro, que vem para o lugar de Fred.

Leonardo Pereira, repórter do LANCE!

- Wellington Silva não vem de bom rendimento no futebol europeu. Depois de ter despontado muito cedo, o atacante jamais se firmou entre os titulares do Arsenal e passou a jogar em clubes menores da Espanha, sem qualquer destaque. Deve voltar ao Fluminense apenas para compor elenco.

Rafael Pereira, editor do LANCE!

- Fluminense sentiu a necessidade de buscar reforços e encontrou alguns bons nomes no mercado. Destaque para o Henrique, que terá a função de substituir o ídolo Fred e tem todas as condições para ser o camisa 9 tricolor.

No meio, o clube acertou a contratação de Marquinho. O jogador apresenta identificação com a torcida, experiência e qualidade no toque de bola, características que farão diferença na equipe no decorrer da temporada.

Vinicius Faustini, repórter do LANCE!

- Em termos de identificação, Marquinho pode contribuir para o Fluminense, pois viveu uma grande fase no clube em especial em 2010. Mas o torcedor precisará de um pouquinho de paciência. Ele vem do futebol árabe, lugar onde jogadores perdem um pouco de seu ritmo de jogo, e pode ter dificuldades para se adaptar rapidamente. Somente com muito treino e entrosamento com a equipe, ele vai conseguir retomar a "polivalência" que tanto o destacou anteriormente nas Laranjeiras.

A volta de Danilinho ao país é um mistério. Teve duas passagens no Atlético-MG, onde primou pela velocidade e teve alguns momentos de indisciplina, mas no futebol mexicano alternou bons e maus momentos. A princípio, seria uma opção para compor elenco. Porém, caso consiga retomar a motivação, pode ser um forte concorrente ofensivo.