Matheus Dantas
27/10/2016
18:57
Rio de Janeiro (RJ)

No último treino antes do jogo contra o Vitória, o elenco do Fluminense treinou nesta quinta-feira no gramado do Maracanã, palco da partida desta sexta-feira. A atividade, além de um trabalho foca na bola parada, não indicou o time que entrará em campo. No entanto, como Levir Culpi destacou na coletiva, o mais importante aconteceu antes do elenco tricolor pisar no campo do Maracanã.

Levir revelou que os jogadores, e até ele mesmo, "quase saíram na porrada", nas próprias palavras do treinador. O técnico explicou melhor como que foi a discussão, e garantiu que o empenho dos atletas será o maior possível.

- A conversa de 30 minutos durou mais de uma hora. Os jogadores falaram forte e gostei muito do que falaram. Não faltará empenho no jogo. Queremos contar muito com a torcida - comentou o treinador, antes de explicar melhor:

 - Quebrou o pau. Quase foi para a porrada, mas foi legal. Ninguém falou palavrão, foi em alto nível. Uma discussão forte e isso faz parte do trabalho. Uma discussão respeitosa, que vai fazer com que o time entre concentrado. Gostei da participação de todos, deram opiniões e foi legal sair ileso, sem nenhuma lesão - afirmou o comandante, sem perder o bom humor habitual.

Para a partida contra o Vitória, o Fluminense deve ter a mesma escalação que atuou contra o Coritiba no último domingo, no Couto Pereira. Levir tem quatro baixas por lesão: Diego Cavalieri, William Matheus, Renato Chaves e Jonathan. 

- Tendência é repetição. Tem uma coerência na formação, uma ou duas trocas. A base será mantida, em busca de melhores jogos até o fim do campeonato. São seis decisões. Nosso time não está encaixado, mas jogamos regularmente bem, nenhum time pega e não nos dá chance. Temos como melhorar - afirmou.

Júlio César; Wellington Silva, Gum, Henrique e Giovanni; Pierre, Douglas, Cícero e Gustavo Scarpa; Wellington e Richarlison. Esta deve ser a escalação do Flu na volta do Clube das Laranjeiras ao Estádio do Maracanã nesta sexta-, às 19h30.