Fluminense x Boavista

MAILSON SANTANA/FLUMINENSE FC

LANCE!
21/02/2018
07:30
Rio de Janeiro (RJ)

Ao contrário da Taça Guanabara, em que o Fluminense foi com time montado às pressas, a Taça Rio começa como Abel planejava. Desta vez, com tempo para treinar a equipe e com elenco mais leve após uma goleada no último jogo. Porém, uma das principais reclamações do treinador não foi atendida: o horário da estreia, contra o Bangu, às 16h30 desta tarde.

- Quem põe jogo nesse horário nunca jogou futebol, nunca esteve em um campo. Tenho certeza que vocês, jornalistas, que já tiveram essa sensação de estar naquele calor, marcariam em um horário mais tarde. Fica um jogo mais chato para o torcedor, porque fica mais lento do que um jogo à noite com um gramado bom, molhado – disse o capitão Gum em coletiva no CT Pedro Antonio.

- Não é reclamação, não é desabafo, é só uma forma sincera de se expressar. Vamos chegar lá, jogar com prazer, fazer o nosso melhor e buscar vencer o jogo.

Para o zagueiro, estrear com pé direito é fundamental. Mesmo que o calor tome conta e o gramado não esteja nas melhores condições. Mas antes de enfrentar os obstáculos da partida, é preciso manter o foco no adversário.

- O Bangu é um dos times considerados pequenos, mas fez uma boa campanha no primeiro turno (semifinalista), então temos que ter cuidado. O gramado não é igual ao do Maracanã e do Engenhão, então isso acaba igualando um pouquinho mais o jogo.

Após seis dias sem jogos, o Fluminense entra em campo nesta tarde no estádio Moça Bonita pela Taça Rio. Neste turno, o clube enfrenta os adversários do grupo B e os dois primeiros colocados se classificam às semifinais do torneio.