LANCE!
16/10/2017
17:30
Rio de Janeiro (RJ)

Nesta segunda-feira, a torcida 'Bravo 52'  realizou um protesto em frente ao Ministério Público em defesa do tricolor Pedro Scudieri, agredido com barras de ferro em fevereiro. A manifestação, denominada como 'Ato da Impunidade', foi contra uma possível soltura dos agressores, presos no mês passado, que ainda será analisada. 

Sete meses após a violenta agressão a Scudi, como é conhecido, dois integrantes da 'Força Jovem do Vasco'  foram presos pela Polícia Civil: Diogo Gabriel de Souza e João Victor Correia Giffoni Hygino. Os advogados de defesa dos criminosos entrarão com pedido de liberdade provisória até o caso ser julgado. 

Pedro Scudieri foi agredido após partida do Fluminense em Xerém, sem nenhuma relação com torcedores do Vasco. Ele sofreu traumatismo craniano, ficou em coma e esteve internado até setembro. Além dos dois presos, David Paiva Mendes e Diego Augusto Carvalho Ribeiro são procurados pela polícia por tentativa de homicídio triplamente qualificado (motivo torpe, impossibilidade de defesa e forma cruel).