Abel Braga - Fluminense x Atlético-PR

Abel, durante o duelo do Fluminense com o Atlético-PR (Foto: Reginaldo Pimenta / Raw Image)

Luiza Sá
20/05/2018
21:46
Rio de Janeiro (RJ)

O Fluminense soube jogar sem a bola e venceu o Atlético-PR por 2 a 0 no Maracanã, neste domingo. Em entrevista coletiva, o técnico Abel Braga exaltou a humildade dos jogadores tricolores e a estratégia adotada por sua equipe de não ir para cima e deixar o adversário ter a bola por mais tempo.

- Foi um jogo que tivemos, acima de tudo, humildade. A forma que o Atlético joga é muito complicada. Humildade porque se fossemos em cima, ficaríamos com três ou quatro batidos. Fomos cirúrgicos. Tivemos mais três ou quatro contra-ataques que poderíamos marcar. A humildade é jogar em casa mas reconhecer e não ir para cima. É muito difícil. Tivemos a inteligência de ocupar bem os espaços. Tem que manter a zona e obrigar o adversário a errar o passe. Correu tudo muito bem. Mudamos a maneira de jogar. Usamos mais a linha de cinco. Foi uma vitória de humildade e inteligência - analisou o treinador.

Com as recentes saídas de vice-presidentes do Flu e o ambiente político cada vez mais conturbado, o diretor executivo do clube, Paulo Autuori, pode ser outro a sair do tricolor. Ele e Abel tem ótima relação e o treinador lamentou caso isso se concretize.

- Não fui comunicado sobre uma saída do Autuori. Ele já me chamou para conversar, mas não sobre isso. Não deixa de ser uma situação que me preocupa. É fantástico trabalhar com ele. Em momento nenhum eu resolvi os assuntos com a direção, porque ele se posiciona bem. O que me preocupa são as várias mudanças. Se ele sair, virá outro, mas é muita gente saindo. Fico me perguntando qual o nosso rumo. Você não pode achar que a resposta tem que ser dada só no campo. Tem que ter segurança com quem te comanda. É um momento difícil. Vamos ver até onde vamos chegar - criticou Abel.


Veja outros trechos da coletiva:

PEDRO E JOÃO CARLOS


O João (Carlos) ainda está ansioso. Está trabalhando, abaixou o peso, ainda precisa fazer bons 10 minutos. Mas o Pedro não preocupa. Reclamou do incômodo no intervalo, mas continuou jogando e não deve ser nada demais. Com certeza estará em campo no sábado.

MODO DE JOGO

Tentei mostrar a eles que era uma equipe que não adiantava ir em cima. Passei o jogo contra o Palmeiras para eles, porque aconteceram situações parecidas. Além disso, passamos alguns números bem interessantes para eles. O mais importante é que eles acreditaram que jogaríamos com uma equipe muito difícil. Adoro marcar mais em cima, mas sabia que hoje não dava. A cultura tática dos jogadores foi excepcional.

CHAPECOENSE

Cada jogo é uma história. Cada adversário a gente analisa três jogos. O importante é ter segurança naquilo que queremos fazer. O torcedor incentivou e tivemos uma atuação segura novamente. O Atlético tem uma bola parada muito boa. Estudamos muito cada adversário.

OPÇÕES

Estou com boas opções para meio campo e defesa. Se eu tivesse jogado com Airton e Douglas, teria um meio tão bom quanto, ou com Dodi. Tentamos buscar jogadores com essas características. Tenho admiração ímpar pelo Douglas e ele entende que os caras estão jogando muito bem. O que mais me dá satisfação é que foram muitas mudanças, muita coisa, em tão pouco tempo eles estão conseguindo isso. Estão colocando uma alma impressionante. Somos uma equipe humilde. Não vão ganhar com sobra da gente não.