Entrevista coletiva goleiro Paulo Victor

Paulo Victor concedeu entrevista coletiva na manhã desta sexta (Foto: João Matheus Ferreira)

João Matheus Ferreira
29/01/2016
11:42
Rio de Janeiro (RJ)

De todos os jogadores do elenco do Flamengo, o goleiro Paulo Victor é o que tem mais tempo de casa. Titular desde meados de 2014, o camisa 48 ganhou neste ano a concorrência de Alex Muralha, destaque do Figueirense no Campeonato Brasileiro. Mas isso não é visto como um problema para o atual titular do gol rubro-negro. Um pouco incomodado com as comparações recentes entre os dois, PV elogiou todos os goleiros do elenco, reafirmou a vontade de ir para a Seleção Brasileira, e ressaltou a história dele na Gávea.

- A concorrência existe sempre. Antes já tinha o Cesar, que é um excelente goleiro, buscando o espaço dele. Hoje vê o Thiago, campeão da Copinha, Daniel, todos excelentes, assim como o Alex (Muralha). Todos querem estar nesse lugar, da mesma forma que eu quero estar na Seleção. Renovei meu contrato cinco vezes aqui no Flamengo e não tenho que ficar prestando atenção em enquetes e comparações. Isso deixo para vocês, da imprensa. Não tenho que provar nada, não estou aqui à toa e isso não vai mudar minha postura. E tenho certeza que se um dia eu sair daqui, terei porta aberta em qualquer lugar - comentou o goleiro, em entrevista coletiva nesta sexta-feira.

Confirmado como titular para a estreia do Flamengo no Campeonato Carioca, neste sábado, contra o Boavista, às 19h30, no Giulite Coutinho, Paulo Victor lembrou que as equipes de menor porte iniciam a preparação para o Estadual antes dos grandes. Assim, é preciso estar atento e, acima de tudo, preparado.

- Esses times começam a trabalhar ainda em novembro, dezembro. Então sabemos que a preparação está mais à frente. Mas com todas as dificuldades, sabemos o que vamos enfrentar e estamos preparados. A pré-temporada acabou na véspera do jogo com o Galo e temos que ter boa pegada - disse.

Embora não tenha contado com Gabriel e Emerson Sheik no treino desta sexta, o Flamengo deve entrar em campo com a base que venceu o Atlético-MG no meio da semana: Paulo Victor; Rodinei, Wallace, Juan e Jorge; Márcio Araújo; Willian Arão, Everton, Gabriel (Marcelo Cirino), Emerson Sheik (Chiquinho) e Guerrero. Os jogadores não vão concentrar e só se reapresentam no sábado.