Diego Alves falou com a imprensa nesta segunda, após derrota do Flamengo

Goleiro Diego Alves é um dos líderes do atual elenco do Flamengo (Gilvan de Souza / Flamengo)

LANCE!
14/11/2017
19:47
Rio de Janeiro (RJ)

Um dos líderes do atual elenco do Flamengo, o goleiro Diego Alves não apontou problemas em relação aos protestos da torcida - que demonstrou insatisfação com o fato de o time ocupar apenas a sétima colocação no Campeonato Brasileiro - e ressaltou que o elenco entende a situação. Por outro lado, o camisa 1 aproveitou para ressaltar que, neste momento, a união entre torcedores e equipe pode fazer diferença e pediu apoio na semifinal da Sul-Americana, contra o Junior Barranquilla (COL), na semana que vem, no Maracanã:

– Quem joga no Flamengo, tem de estar acostumado com essa situação. O torcedor está no direito dele de fazer um protesto pacífico. Claro que eles não estão satisfeitos, e nem a gente. São eles que vão ao jogo e gritam. Do mesmo jeito que são eles que vão fazer o protesto, também queremos que estejam na Ilha e no jogo da Sul-Americana. Isso é Flamengo. Temos de estar juntos nessa situação. Temos certeza que eles vão protestar, sabemos como estão sentidos e temos certeza que também vão nos apoiar. Nessa reta final, a união com o time é fundamental para conquistarmos nossos objetivos – afirmou.

Diego Alves apontou a oscilação que o time vem demonstrando como principal motivo para não estar no grupo dos quatro primeiros do Campeonato Brasileiro.

– A instabilidade faz o Flamengo estar nessa posição que está. Se não tivéssemos a irregularidade, estaríamos lá em cima e, talvez, brigando pelo título. A gente tenta corrigir e melhorar. Vamos fazer de tudo, concentrar ao máximo, se doar bastante nos treinamentos e chegar nesses jogos e fazer o nosso melhor – disse.