Cabofriense x Flamengo

Felipe Vizeu fez o primeiro gol dele no profissional (Foto: Cleber Mendes/Lancepress)

Paulo Victor Reis
24/02/2016
21:27
Enviado a Macaé (RJ)

Num jogo de pouco apelo, o time misto do Flamengo fez o suficiente para vencer a Cabofriense, por 1 a 0, na noite desta quarta-feira, no Moacyrzão, em Macaé, pelo Carioca. O placar poderia ser muito mais largo, se o Rubro-Negro não tivesse desperdiçado inúmeras chances de gol.

O jogo teve um público reduzido para os padrões do Flamengo e começou sem o ar de uma partida oficial, com pouco barulho vindo das arquibancadas. O clima, porém, mudou rapidamente para o esperado quando a galera soltou o tradicional grito de “Mengo” e o time rubro-negro partiu para cima. Não demorou muito, e Pará fez ótimo cruzamento da ponta direita. O jovem Felipe Vizeu subiu com autoridade e cabeceou bem para a rede: 1 a 0, o primeiro dele no profissional.


Após o gol, o Flamengo continuou insistindo para balançar a rede mais vezes. O time criou, pelo menos, mais quatro chances claras, mas vacilou nos detalhes.

A Cabofriense, por outro lado, se mostrou um time muito frágil e incapaz de oferecer grandes perigos aos cariocas. Ao fim do primeiro tempo, o placar parecia mentiroso, tendo em vista o que foi apresentado por ambas as equipes.

O segundo tempo foi mais fraco tecnicamente, porém o Flamengo manteve a superioridade. A Cabofriense melhorou um pouco na marcação e ameaçava com alguns contra-ataques, contudo ainda cometia muitos erros. Com o passar do tempo, o Rubro-Negro ficou um pouco mais cauteloso. Atento, o técnico Muricy Ramalho lançou dois titulares importantes no jogo: Willian Arão e Marcelo Cirino.

Porém, as alterações não surtiram o efeito esperado. O Flamengo tentou ampliar, mas não conseguiu. Nos minutos finais, a Cabofriense se animou para buscar a reação, mas já era muito tarde. Por isso, o 1 a 0 persistiu até o fim. A impressão é de que o Rubro-Negro poderia ter feito muito mais gols e vencido com uma tranquilidade ainda maior.

FICHA TÉCNICA:

CABOFRIENSE 0 X 1 FLAMENGO

Local: Moacyrzão, em Macaé (RJ)
Data/Hora: 24/2/2016, às 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Carlos Eduardo Nunes Braga (RJ)
Auxiliares: Wendel de Paiva Gouvêa (RJ) e Francisco Pereira de Souza (RJ)
Cartões amarelos: Não houve
Cartões vermelhos: Não houve
Público e renda: 1.988 pagantes / R$ 65.310,00
Gol: Felipe Vizeu, 8' 1ºT (0-1); 

CABOFRIENSE: Andrey; Júlio Lopes, Juliano, Rafael Sales e Leandro; Gilson, Pedro Henrique, Carlinhos (Wendel, 32'/2ºT) e Keninha (Maicon Souza, 18'/1ºT); Marquinhos do Sul (Marcelo Gama, 31'/2ºT) e Charles Chad. Técnico: Eduardo Hungaro.

FLAMENGO: Paulo Victor; Pará, César Martins, Juan e Chiquinho; Márcio Araújo; Canteros (Willian Arão, 27'/2ºT), Mancuello, Gabriel (Marcelo Cirino, 27'/2ºT) e Everton; Felipe Vizeu - Técnico: Muricy Ramalho.