icons.title signature.placeholder Pedro Barboza
icons.title signature.placeholder Pedro Barboza
30/08/2015
10:41

Formado nas categorias de base do Flamengo, o atacante Kayke retornou à Gávea com a missão de ser a sombra de Paolo Guerrero. Neste período, teve apenas uma pequena chance de mostrar serviço. Mas, na partida contra o Sport, neste domingo, às 16h, com transmissão do LANCE!, o jogador deve ter a oportunidade de iniciar pela primeira vez uma partida sob o comando do técnico Oswaldo de Oliveira, na vaga deixada pelo peruano, que será desfalque por alguns dias, em razão de uma lesão ligamentar no tornozelo direito.

Caminho este que Hernane Brocador, hoje defendendo o Rubro-Negro Pernambucano, soube trilhar com bastante personalidade por aproximadamente dois anos que permaneceu na Gávea. Tido como uma aposta pela diretoria e bastante desacreditado, chegou para compor o elenco e ser a sombra de Vagner Love. Porém, o tempo passou, conquistou espaço no time e se tornou artilheiro do Brasil, em 2013, deixando nomes como Alecsandro e Marcelo Moreno no banco de reservas.

Kayke, por sua vez, não deixa as semelhanças de lado com o adversário desta tarde, já que, nesta temporada, integra a lista dos cinco maiores goleadores do Brasil, com 20 gols marcados pelo ABC-RN, três a menos do que o líder Ricardo Oliveira. Além disso, deixou para trás concorrentes diretos do ataque do Flamengo, como Paulinho e Marcelo Cirino, que já vinham tendo oportunidades com o atual treinador. A dupla figurou entre os reservas no treino de ontem, último de Oswaldo de Oliveira antes do confronto contra o Sport, na Arena Pernambuco.

Conhecedor da causa, Brocador espera se sair melhor do que o rival atacante do Flamengo no jogo de hoje, válido pela 21 rodada do Campeonato Brasileiro.

– No Flamengo é sempre uma oscilação grande. Quando ganha está tudo bem, mas quando não vai, fica muito complicado. Independentemente, nossa defesa é muito boa, não vínhamos bem, mas já nos fortalecemos para o jogo depois da vitória sobre o Bahia e vamos tentar parar o ataque adversário. O time está sendo montado para sair com a vitória – objetiva o velho conhecido Brocador.

Formado nas categorias de base do Flamengo, o atacante Kayke retornou à Gávea com a missão de ser a sombra de Paolo Guerrero. Neste período, teve apenas uma pequena chance de mostrar serviço. Mas, na partida contra o Sport, neste domingo, às 16h, com transmissão do LANCE!, o jogador deve ter a oportunidade de iniciar pela primeira vez uma partida sob o comando do técnico Oswaldo de Oliveira, na vaga deixada pelo peruano, que será desfalque por alguns dias, em razão de uma lesão ligamentar no tornozelo direito.

Caminho este que Hernane Brocador, hoje defendendo o Rubro-Negro Pernambucano, soube trilhar com bastante personalidade por aproximadamente dois anos que permaneceu na Gávea. Tido como uma aposta pela diretoria e bastante desacreditado, chegou para compor o elenco e ser a sombra de Vagner Love. Porém, o tempo passou, conquistou espaço no time e se tornou artilheiro do Brasil, em 2013, deixando nomes como Alecsandro e Marcelo Moreno no banco de reservas.

Kayke, por sua vez, não deixa as semelhanças de lado com o adversário desta tarde, já que, nesta temporada, integra a lista dos cinco maiores goleadores do Brasil, com 20 gols marcados pelo ABC-RN, três a menos do que o líder Ricardo Oliveira. Além disso, deixou para trás concorrentes diretos do ataque do Flamengo, como Paulinho e Marcelo Cirino, que já vinham tendo oportunidades com o atual treinador. A dupla figurou entre os reservas no treino de ontem, último de Oswaldo de Oliveira antes do confronto contra o Sport, na Arena Pernambuco.

Conhecedor da causa, Brocador espera se sair melhor do que o rival atacante do Flamengo no jogo de hoje, válido pela 21 rodada do Campeonato Brasileiro.

– No Flamengo é sempre uma oscilação grande. Quando ganha está tudo bem, mas quando não vai, fica muito complicado. Independentemente, nossa defesa é muito boa, não vínhamos bem, mas já nos fortalecemos para o jogo depois da vitória sobre o Bahia e vamos tentar parar o ataque adversário. O time está sendo montado para sair com a vitória – objetiva o velho conhecido Brocador.