Arena Botafogo

(Foto: Divulgação/Botafogo)

Igor Siqueira
19/12/2016
08:35
Rio de Janeiro (RJ)

O contrato de aluguel feito pelo Flamengo com a Portuguesa para que o estádio Luso-Brasileiro seja utilizado pelo Rubro-Negro nos próximos três anos – a partir de 2017 – será analisado e votado na reunião do Conselho Deliberativo do clube prevista para esta segunda-feira.

A expectativa, claro, é de aprovação. No acordo, o Fla pagará um valor mensal à Lusa pelo estádio, independentemente de quantas partidas fizer. O time da Ilha do Governador está mais animado com a negociação do que esteve com o do Botafogo, já que terá direito, por exemplo, a um percentual de ingressos e valores oriundos de estacionamento e bares.

O Luso-Brasileiro foi a alternativa encontrada pela diretoria do Fla diante da imprevisibilidade sobre o Maracanã e também o cenário espinhoso para negociar com o Botafogo pelo uso do Nilton Santos.

A Lusa prevê que as ações do Flamengo no estádio já comecem assim que o ano virar. O planejamento é deixar o estádio com capacidade para 20 mil torcedores, sendo possível usá-lo na primeira fase da Libertadores e em jogos de arrecadação baixa.