Alex Muralha - Flamengo

Muralha exalta temporada e afirma ter sido a melhor de sua carreira (Divulgação)

João Pedro Granette
22/11/2016
19:16
Rio de Janeiro (RJ)

Mesmo sem chances matemáticas de título no Campeonato Brasileiro, o goleiro Alex Muralha fez um balanço da atual temporada e o saldo foi positivo. Segundo o goleiro, equipe deu o melhor em todas as partidas, mas infelizmente a conquista não veio. Mesmo assim, o camisa 38 viu superioridade em 2016 sobre outros anos no passado recente do clube.

- Demos o nosso melhor, fizemos o possível pelo titulo, mas infelizmente não dá mais. O Flamengo brigando por titulo, foi melhor que nos últimos anos.

- A gente sabe da importância que é para o clube ficar em segundo. A parte financeira é uma ajuda para o ano que vem. Terminar o ano em segundo vai ser uma boa. Vamos entrar tranquilo para conseguir a vitória no domingo - completou falando sobre o duelo contra o Santos.

O goleiro ainda falou sobre o seu ano em particular, onde foi um dos destaques no time titular do Flamengo. Segundo ele, trabalho e espera por um momento foi crucial para conseguir uma vaga no time e agora também na Seleção, já que vem sendo lembrado por Tite nas listas para as Eliminatórias.

- Esperei meu tempo. Particularmente foi um ano muito bom. Cheguei à Seleção. Foi um dos melhores anos para mim e agora vou continuar trabalhando para manter. Estamos focados aqui ainda (em 2016), mas esse ano foi bom para aprendizado. Garantido na Libertadores, vamos estar mais fortes e acostumados. Vamos entrar forte nas competições e disputando títulos.

Muralha falou sobre o "cheirinho" que acompanhou o Flamengo neste Campeonato Brasileiro. Para ele, brincadeira da torcida motivou os jogadores para tentar o título e o goleiro espera que em 2017 o "cheirinho" continue rondando pelo rubro-negro.

- O cheirinho nos fortaleceu e nos estimulou. Vai ser sempre o objetivo para dar sempre o nosso melhor. Ano que vem vai continuar e vamos disputar todos os títulos.

Por fim, o camisa 38 ainda falou sobre o acordo do clube para atuar no Estádio da Portuguesa da Ilha ano que vem.

- O desgaste vai ser menor, esse ano foi cansativo. Jogar no Rio é importante. Só de estar perto da torcida é importante. Diminuir as viagens vai ser ótimo para nós - finalizou.