Figueirense 1x2 Cruzeiro - Mano Menezes

(Foto: Gil Guzzo/Eleven/Lancepress!)

RADAR/LANCE!
02/09/2016
17:59
Belo Horizonte (MG)

Maduro e competente. Essa foi a definição dada por Mano Menezes ao Cruzeiro após a goleada sobre o Botafogo, por 5 a 2, na noite dessa quinta-feira, no Rio de Janeiro, pelo jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil. Na opinião do técnico, apesar de ter cometido alguns erros durante o duelo, o Cruzeiro fez por merecer o triunfo em solo carioca.

– Fizemos um jogo bem jogado, na maior parte do tempo. Você não faz um 5 a 2 aqui se não fizer um jogo com boa capacidade de criação e o Cruzeiro tem isso. É uma partida que exige muita organização, porque é fácil você deixar escapar. Em alguns momentos do jogo tivemos alguns pequenos pecados, primeiro por querermos ter preciosismo demais, não precisa ser assim, temos que ser objetivos. E no segundo momento, às vezes na recomposição, a bola estava sempre muita viva – disse.

– Mas fomos uma equipe madura e que soube aproveitar o momento em que o Botafogo se abriu mais, porque precisava descontar o resultado, conquistado com mérito por nós. Tivemos paciência, tocamos a bola e criamos espaços com qualidade para fazer o 5 a 2 – acrescentou.

Quando questionado a respeito do placar, o comandante foi sincero e ressaltou que a goleada é apenas fruto da força ofensiva da Raposa. Em vários compromissos, o time criou inúmeras chances, mas não conseguiu convertê-las, diferentemente do que aconteceu nessa quinta-feira:

– Essa equipe do Cruzeiro cria muito e vem desperdiçando muitos gols na temporada. Uma hora termina assim. Hoje tivemos a competência de fazer, mas é lógico que você não sai para jogar fora, em um jogo no sistema de mata-mata, pensando que irá abrir uma vantagem tão grande. O mérito está em saber aproveitar as oportunidades – destacou.