Com Manoel e Dedé lesionados, Léo pode retomar a titularidade na Raposa (Fotos: Pedro Vilela e Washington Alves/Light Press)

Com Manoel e Dedé lesionados, Léo pode retomar a titularidade na Raposa (Fotos: Pedro Vilela e Washington Alves/Light Press)

LANCE!
06/04/2016
17:32
Belo Horizonte (MG)

Nesta quinta-feira, o técnico Deivid comandou um trabalho tático apenas para os jogadores do Cruzeiro que não foram titulares contra o Guarani, no último domingo. Assim, o treinador indicou que contra o Boa Esporte, na última rodada da primeira fase do Mineiro, o Cruzeiro terá apenas reservas.

Mesmo que o técnico Deivid não tenha confirmado à imprensa esta intenção, o meia Federico Gino "entregou" o comandante. Ao "Superesportes", o uruguaio afirmou que o treinador já avisou ao elenco que usará um time alternativo.

- É um jogo que teremos de aproveitar. Para os jogadores que não têm muitos minutos, esses jogos são muito importantes. Estamos fazendo todo o possível para jogar. O Deivid falou que o time que jogará será o que treinou - afirmou.

Enquanto Deivid orientava os jogadores reservas no gramado da Toca da Raposa II, os titulares do Cruzeiro fizeram apenas uma trabalho físico. O goleiro Fábio, por sua vez, foi a exceção e permaneceu na academia do clube.

Por conta das ausências de Dedé e Manoel, lesionados, o zagueiro Léo ganhará chance entre os titulares. Em 2016, Léo apenas entrou em campo uma única vez, também por conta de uma lesão. O zagueiro avaliou o momento:

- A gente vem sempre trabalhando forte para buscar nosso espaço. Aconteceu esta fatalidade com o Manoel, é uma coisa que a gente não gosta. A lesão foi parecida com a minha, sei como é dolorido e complicado. Venho trabalhando para sempre que for preciso jogar bem - disse Léo ao site oficial do clube.

Em sua sétima temporada pelo Cruzeiro, Léo já entrou em campo com a camisa celeste 196 vezes. Além da função defensiva e liderança que exerce, o zagueiro se destaca pelos gols marcados.

Caso marque mais um gol pela Raposa, Léo se tornará o terceiro defensor que mais balançou as redes na história do clube, se igualando a Darci Menezes, com 17 tentos anotados. Geraldão, com 30 gols, e Cris, com 25, são os recordistas.

- São momentos importantes, números importantes que eu trago comigo, são objetivos. A gente sempre quer alcançar estes objetivos individuais. Próximo dos 200 jogos, próximo de ser o terceiro zagueiro que mais gols fez, a gente procura sempre crescer, buscar um algo a mais. Esta é a nossa inspiração para a dedicação - declarou.