Gabriel Carneiro
11/02/2017
07:30
São Paulo (SP)

Claudinho foi uma contratação comemorada pelo Corinthians em 2015. O menino era alta aposta das categorias de base do Santos, ficou atrás só de Gabriel Jesus na artilharia de uma importante competição, mas foi seduzido pela chance de defender o Timão e fechou o primeiro contrato profissional de cinco anos de duração. Pouco tempo passou, mas hoje a situação é bem diferente... Com apenas um jogo disputado pelo time profissional do Corinthians, o atacante voltará à Arena de Itaquera neste sábado. A camisa que ele defenderá, no entanto, é do Santo André.

Promovido ao elenco profissional do Corinthians há um ano, Claudinho entrou em campo por cinco minutos na goleada por 4 a 0 diante do Linense, pelo Campeonato Paulista do ano passado, ainda com Tite. Depois disso, seguiu a rotina de treinamentos no CT Joaquim Grava, foi emprestado ao Bragantino e rebaixado à Série C do Brasileirão e agora novamente repassado a um clube paulista, que é o Santo André, adversário do Timão na noite deste sábado, às 21h, pela segunda rodada do Estadual.

- Ele não tem a composição física ainda, mas tem a esquiva, o drible. É um jogador habilidoso, ágil, que estamos trabalhando para ser um dos quatro homens da segunda linha no 4-1-4-1. É um processo longo, de evolução - disse Tite, então técnico do Corinthians e hoje na Seleção Brasileira, sobre Claudinho.

Emprestado ao Santo André até o fim do Campeonato Paulista, Claudinho agrada ao técnico Toninho Cecílio, foi usado nas duas partidas que o Ramalhão disputou até agora e deu até uma assistência. Ele tem grandes chances de ser titular neste sábado, diante da torcida do Corinthians, clube com o qual tem contrato por mais três temporadas e meia. Segundo o LANCE! apurou, aliás, Claudinho não saiu do radar do Timão, que ainda monitora suas partidas e estuda a utilização após o fim do empréstimo.

O jogador é visto como muito talentoso, mas ainda não constituído fisicamente. Prova do talento foi um flagra da LANCE!TV de fevereiro do ano passado, de um chapéu aplicado pela joia corintiana durante um treino dos profissionais.

Geração de Claudinho ainda aguarda mais oportunidades

Corinthians Copa São Paulo 2016
Elenco vice da Copinha/2016 no Pacaembu (Foto: Agência Corinthians)

O atacante hoje emprestado ao Santo André foi vice-campeão da Copa São Paulo de Juniores do ano passado e fez parte de uma geração que ainda não recebeu muito espaço entre os profissionais do Corinthians. Alguns, aliás, estão fora do clube atualmente, como Vinicius Del'Amore (emprestado ao Fortaleza), Dawhan (emprestado ao CSA), Matheus Pereira (vendido à Juventus, da Itália), Matheus Vargas (liberado para o Osasco Audax) e Gustavo Tocantins (emprestado ao Estoril, de Portugal).

Outros jogadores ainda treinam afastados do grupo principal, casos do goleiro Zé Guilherme e dos atacantes Gabriel Vasconcelos e Lauder, que não têm mais idade para atuarem na base e também não foram promovidos ao profissional.

Neste momento, nove jogadores daquela campanha integram o time profissional: Léo Santos (zagueiro), Léo Príncipe (lateral-direito), Maycon (volante), Ameixa (volante), Mantuan (volante), Pedrinho (meia), Rodrigo Figueiredo (meia), Léo Jabá (atacante) e Carlinhos (atacante).