Bruno Cassucci
11/05/2016
21:16
São Paulo (SP)

Após fazer sondagens ao zagueiro Felipe e ao Corinthians, o Porto, de Portugal, avançou nas conversas com o jogador e a diretoria alvinegra e acredita estar perto de um acerto. Os números apresentados pelos Dragões estão próximos do que deseja o Timão, que agora aguarda a formalização de uma proposta.

Até ano passado, o clube de Parque São Jorge pedia cerca de 6,5 milhões de euros pelo defensor, mas aumentou a sua pedida após a conquista do título brasileiro e a convocação do atleta para a Seleção no início desta temporada. A negociação atual gira em cerca de 7,5 milhões de euros (aproximadamente R$ 29,5 milhões na cotação atual).

O valor da transferência irá todo para o caixa do Timão, que no início do ano investiu cerca de R$ 13 milhões para ficar com 100% dos direitos econômicos de Felipe, cujo contrato vai até o fim de 2019. Após recusar oferta do Monaco (FRA), o Timão adquiriu metade dos direitos do jogador que pertenciam ao Banco BMG.


Na noite da última segunda-feira, o próprio defensor reconheceu que foi sondado pelo Porto, mas disse estar focado no Corinthians. A pessoas próximas ele declarou que o acerto com os Dragões está próximo.

Titular absoluto da zaga corintiana desde o ano passado, Felipe ganhou importância no elenco alvinegro após a venda de Gil, no início deste ano para o Shandong Luneng, da China. Além dele, o técnico Tite tem à disposição para o setor Yago (suspenso por um mês por conta de doping), Balbuena, Vilson e Pedro Henrique.

O Porto faz temporada ruim, e o setor defensivo é um dos mais carentes. Maicon era o principal nome na zaga, inclusive com a braçadeira de capitão. Mas após algumas polêmicas, foi emprestado ao São Paulo e não deve retornar. O espanhol Marcano também perdeu espaço. Martins Indi passou a ser a referência e agora tem o jovem nigeriano Chidozie ao seu lado, que vai mostrando evolução.

Para a próxima temporada, o presidente Pinto da Costa pretende fazer algumas mudanças no setor, e garantir um nome de peso para a zaga é prioridade. Além de Felipe, nomes com história na casa, como Pepe e Bruno Alves, também estão na lista.|