Flávio Adauto

Adauto diz confiar no título do Corinthians (Foto: Daniel Augusto Jr)

Guilherme Amaro
24/10/2017
17:18
Guarulhos (SP)

Após dizer que o Corinthians "fatalmente vai ser campeão", mesmo com a queda da vantagem na liderança, o diretor de futebol Flávio Adauto voltou a mostra confiança no título brasileiro. O dirigente valorizou a diferença do Timão de seis pontos para Palmeiras e Santos.

- Eu falei isso porque realmente acho que vamos ser campeões. Esse é o meu pensamento e de todos. A vantagem ainda é boa, não será isso que vai nos abalar - afirmou Adauto, após discursar durante o desembarque do Corinthians no Aeroporto de Guarulhos.

No discurso, Adauto pediu arbitragem mais experiente nesta reta final do Brasileirão. Na última quarta, após a derrota para o Botafogo, o técnico Fábio Carille e o goleiro Cássio também fizeram o mesmo pedido. O Timão reclama de um pênalti não marcado em Jô, aos 48 minutos do segundo tempo.

- Não sei se vamos fazer isso (pedir árbitros mais experientes à CBF), mas é uma medida que eles devem tomar mesmo que a gente não peça, porque você tinha um jogo muito difícil. Era um jogo para árbitro de primeira linha, porque decidia uma vaga de Libertadores para o Botafogo e uma vantagem legal para o Corinthians - afirmou Adauto.

- A vantagem continua, não é isso que vai tirar o título do Corinthians. Mas você colocar um árbitro que quase ninguém conhece é um risco demasiado e desnecessário. Não sei se foi isso que determinou a derrota, não vamos procurar escudos e desculpas. Mas todo mundo viu, no exato momento sabíamos que era um erro. Vamos continuar tranquilos, pensando no futuro, a vantagem ainda é muito boa. Só espero que as próximas arbitragens não prejudiquem o Corinthians ou nossos adversários - acrescentou o dirigente.

Com seis pontos de vantagem na liderança, o Corinthians volta a campo no domingo, às 17h, contra a Ponte Preta, em Campinas, pela 31ª rodada do Brasileirão.