Gabriel Carneiro
19/09/2017
21:53
Enviado especial a Buenos Aires (ARG)

A polêmica causada pelo gol marcado com o braço na vitória do Corinthians sobre o Vasco, no último domingo, não abalará o atacante Jô para o confronto com o Racing (ARG). Pelo menos esse é o pensamento do técnico Fábio Carille, que disse que o atacante não mudou seu comportamento após receber críticas.

- Eu espero o Jô muito bem, vai entrar em campo e desempenhar seu melhor. Eu não vi a entrevista dele hoje (terça-feira), mas no dia a dia foi normal, como sempre faz, no hotel, no bobinho... - afirmou Carille.

O treinador se referiu ao pronunciamento que Jô fez nesta terça-feira, no hotel onde o Corinthians está hospedado na Argentina. O atacante admitiu que a bola tocou no braço, mas afirmou não ter feito por "sacanagem".

- Não tive a intenção de colocar a mão na bola. Realmente a gente viu, a imagem mostrou. A minha intenção não é fazer nada errado. Quem me conhece sabe, tenho caráter e hoje, graças a Deus, com a minha mudança eu tenho sido exemplo para jogadores. Sou grato a tudo que o Corinthians tem feito por mim. Em nenhum momento queria ter feito alguma sacanagem - disse Jô durante o pronunciamento.

Aos 30 anos, o atacante é uma das principais esperanças do Corinthians para avançar às quartas de final da Sul-Americana. Ele é o artilheiro da equipe da temporada, com 20 gols, mas ainda não balançou a rede na competição internacional.

O Corinthians visita o Racing nesta quarta-feira, às 21h45, no El Cilindro, em Avellaneda. Como o duelo de ida terminou empatado por 1 a 1, o Timão precisa vencer ou empatar por dois gols ou mais para se classificar.