LANCE!
14/09/2016
12:17
Rio de Janeiro (RJ)

Palmeira e Flamengo entram em campo nesta quarta-feira, 14, em um jogo que pode ser nomeado como final antecipada. O vitorioso assume a liderança do Brasileirão e de quebra abre boa vantagem na ponta. Enquanto esse duelo pode ficar marcado na história do torneio, outro sempre será lembrado pelos torcedores.

No dia 18 de outubro de 2009, o Flamengo visitou o Palmeiras no Palestra Itália e fez o que poucos acreditavam...Venceu e ganhou fôlego para batalhar pelo título, conquistado na última rodada. E o L! mostra para você como foi esse duelo. Relembre!

CRÔNICA DO JOGO - ATUAÇÃO DE LÍDER
Por Mauro Beting 

Palmeiras x Flamengo
Petkovic comandou o Flamengo (Foto: Ari Ferreial/Lancepress!)

"Aos 19 do segundo tempo, Flamengo 2 a 0, Petkovic voltou à defesa para conversar com Willians. Sorrindo, deu um tapinha na bochecha de um dos tantos rubro-negros que têm jogado muito, e foi para o jogo que ninguém jogou melhor que ele e o Flamengo.

O sérvio foi mais um estrangeiro que fez a festa em São Paulo. Foi o líder necessário. Preciso como o golaço que ajudou a derrubar um líder que treinara para não tomar um gol de bola parada. E assim levou o segundo, com Pet batendo baixo, Angelim quase desviando, nenhum palmeirense salvando. Como disse Marcos, personalidade não se treina. Pet é o bicho.

Muricy pôde armar o time menos desfalcado dos últimos jogos - não joga completo desde o clássico contra o São Paulo. Mas sentiu a ausência de Figueroa à direita. E de Maurício Ramos e Pierre. Entre Edmílson, Wendel e Danilo, Pet fez o golaço rubro-negro, aos 23 minutos. Prêmio à qualidade na primeira jogada de ataque do Flamengo, que estava muito atrás, e assistia à troca de passes errados. Ainda assim, foi o melhor primeiro tempo palmeirense em bom tempo. Foi mais uma atuação cirúrgica rubro-negra. Andrade usou Airton como zagueiro pela direita, prendeu os alas como laterais, marcou bem com Toró e Maldonado à frente deles, adiantou Willians para marcar e jogar à direita, na mesma linha de Zé Roberto e Petkovic.

No segundo tempo, o líder só chegou num pênalti discutível de Angelim em Ortigoza, que Love, quem mais se esforçou no travado Verdão, mandou na piscina, aos 42 minutos. Fechando com chave de chumbo um péssimo segundo tempo, que abriu a disputa do título. E incluiu uma camisa pentacampeã que muitas vezes joga sozinha. Mas, desta vez, tem a vesti-la um time coordenado, organizado defensivamente, e com Petkovic e Adriano prontos para desequilibrar.

FICHA TÉCNICA:

Palmeiras 0 x 2 Flamengo

Local: Parque Antarctica, São Paulo (SP)
Árbitro: Sandro Ricci (DF)

GOLS: 23' 1ºT > Petkovic (0-1); 16' 2ºT> Petkovic (0-2);

Renda e público: R$ 1.246.776,24/ 26.462 pagantes
Cartões amarelos: Edmilson e Diego Souza (Palmeiras); Ronaldo Angelim, Toró e Willians (Flamengo)
Cartões vermelhos: não houve

ATUAÇÕES:

PALMEIRAS
Por Gabriel Saraceni

Palmeiras x Flamengo
Love desperdiçou pênalti (Foto: Miguel Schincariol/Lancepress!)

Marcos - 5,0
Sem culpa no 1º gol, foi traído por Wendel no 2º. Uma boa defesa.

Wendel - 3,5
Marcou e cruzou mal. Deixou a bola passar no segundo gol.

Danilo - 4,0
Deu espaço no 1º gol e também em outros lances. Bem pelo alto.

Maurício - 5,5
Foi o mais lúcido do setor de marcação. Muito bem pelo alto.

Armero - 5,0 
Como sempre, mal nos cruzamentos. Só se destacou pela vontade.

Edmílson - 3,5 
Levou um baile no meio. Ainda errou passes e marcou mal no 1º gol.

Souza - 3,5
Precisa entender que sua função é marcar e tocar de lado, só isso.

Cleiton Xavier - 4,5
Irreconhecível, errou as tentativas de passe para gol. Marcou mal.

Diego Souza - 5,0
Tentou algumas jogadas, mas muito isolado. Bem marcado.

Robert - 5,0

Bem nas cabeçadas, mas mal com os pés.  Apareceu pouco.

Vagner Love - 6,0

Perdeu um pênalti, mas criou várias chances e brigou o tempo todo.

Ortigoza - 5,0
Teve tempo para criar chances, mas apareceu pouco na partida.

Marquinhos - sem nota
Entrou no fim e só pegou uma vez na bola. Fica sem nota.

Muricy Ramalho - 4,0
Deu liberdade a quem não sabe criar e não ousou nas substituições.

FLAMENGO
Por Marcelo Braga

Palmeiras x Flamengo
Petkovic foi o destaque do jogo (Foto: Miguel Schincariol/Lancepress!)

Bruno - 6,5
Seguro, fez defesa fundamental em chute de fora da área de Love.

Leonardo Moura - 6,5
​Boa peça ofensiva, teve duas chances de gol. Deus vacilos atrás.

Airton - 7,5
Ótimo jogo. Desarme decisivo em Diego Souza ainda em 0 a 0.

Ronaldo Angelim - 6,5 
Eficiente. No fim, foi vítima do rigor do juiz no lance do pênalti.

Juan - 6,5

Boas tabelas com Petkovic. No fim, sofreu calor de Wendel.

Maldonado - 6,5
Muito bem na marcação e foi também opção na saída de bola.

Toró - 6,0

Esteve bem no jogo. Marcou e ajudou nas saídas para o ataque.

Willians - 7,0
Raçudo, foi ótima opção no meio, dando velocidade ao time.

Petkovic - 8,0

Um gol de classe e um de sorte. Ótima atuação do "Rambo" do Mengo.

Zé Roberto - 7,0
Boas roubadas de bola e passes. Acertou chute no travessão de Marcos.

Adriano - 7,0
​Deu bons passes e um bom chute de fora da área. Sempre brigador.

Fierro - 6,5
Deu agilidade ao time. Ganhou o escanteio do gol olímpico de Pet.

Lenon - Sem nota
Entrou aos 44 minutos. Pouco tempo para ser avaliado.

Welinton - Sem nota

Entrou aos 47 minutos. Pouco tempo para ser avaliado.

Andrade - 8,0
Armou time ofensivo e derrotou o líder fora de casa. Foi muito bem.