RADAR / LANCE!
04/08/2016
13:10
Rio de Janeiro (RJ)

O Campeonato Brasileiro segue tão imprevisível que a busca pela ponta no Primeiro Turno ganhou um equilíbrio impressionante com os resultados desta quarta-feira. A cinco jogos de encerrar a 18ª rodada, a corrida pelo Troféu Osmar Santos (título simbólico dado pelo LANCE! aos "campeões de inverno") traz o líder e o quinto lugar separados por dois pontos. O equilíbrio é semelhante ao de edições de Turno nos anos de 2004 e 2011 (que tiveram conquistas paulistas).

A responsabilidade recaiu ainda mais sobre as equipes que entram em campo nesta quinta-feira. Confira a partir de agora as perspectivas de quem ainda está na luta por terminar o Primeiro Turno com título.

EQUIPES QUE JÁ ENTRARAM EM CAMPO NA 18ª RODADA

SANTOS (33 pontos) - América-MG (7/8, fora)


Para chegar à última rodada do Primeiro Turno com a liderança nas mãos, o Santos precisa torcer para que Palmeiras e Grêmio não vençam seus respectivos jogos nesta quinta-feira. Em caso de triunfos de ambos, o "secador" ficará na máxima potência, e também de olho para que o Corinthians não vença na última rodada a ponto de tirar quatro gols de saldo.

O cenário de torcer contra os rivais paulistas aumentará caso o Palmeiras só empate: os santistas levam vantagem pelo saldo de gols (atualmente, 16 contra 14 do Verdão, e 16 contra 13 do Timão), o trio ficará com 33 pontos. Já em caso do Grêmio empatar, a torcida será por uma derrota dos gaúchos, assim como o "secador" ficará ligado para o Flamengo. Caso o Atlético-MG vença seus jogos restantes, o Santos corre risco até de ficar fora do G4. 

CORINTHIANS (33 pontos) - Cruzeiro (casa, 8/8) 

Nesta quinta-feira, o Corinthians precisará torcer para que o Palmeiras perca e o Grêmio não vença. Caso ambos resultados ocorram, chegaria à última rodada precisando de um triunfo em casa sobre o Cruzeiro e torcer por um empate ou derrota do Santos na última rodada. 

Em caso de empate palmeirense, o Corinthians chegará à última rodada de olho em outro rival paulista para buscar o título: o Timão tem saldo de gols 13, contra 14 do Palmeiras. Mesmo com uma igualdade ou uma derrota gremista, o "secador" continuará na última rodada (no máximo, estariam separados dois pontos, e a torcida seria por critérios de desempate). O foco também ficará destinado ao Flamengo, além da preocupação com o desempenho do Atlético-MG.  

FLAMENGO (31 pontos) - Atlético-PR (6/8, casa)

Mesmo fora do G4, segue no páreo, especialmente se Palmeiras, Grêmio ou Atlético-MG tropeçarem nesta quinta-feira. Caso o trio não vença, precisará superar o Atlético-PR na última rodada e torcer contra os rivais de cima para terminar o Osmarzão com o título simbólico.

Uma vitória alviverde tiraria a chance de título rubro-negro do Osmarzão matematicamente, e um triunfo gremista mantém as chances, mas com um obstáculo: a diferença de saldo (atualmente, os cariocas tem três gols de saldo, contra sete dos gaúchos). Em caso de empate ou derrota de qualquer uma das equipes, o "secador" é ligado contra todo o pelotão da frente na busca pelo título.  


ATLÉTICO-PR (30 pontos) - Flamengo (6/8, fora)

O Atlético-PR inicialmente volta suas atenções para a luta pelo G4. Nesta quinta-feira, a equipe "seca" Palmeiras, Grêmio e Atlético-MG. Caso venham tropeços dos rivais diretos, é crucial ao Furacão surpreender o Flamengo para ter chances de vaga. Um triunfo ou empate de qualquer das equipes na quinta aumenta tanto a responsabilidade paranaense a vitória contra o rival direto na rodada final quanto a necessidade de ligar o "secador".

Já o título torna as coisas mais complicadas para o Atlético-PR. Além de torcer contra todos os rivais que estão no G4, a equipe tem de um saldo de gols bastante inferior ao grupo de 33 pontos: três de saldo, contra 16 do Santos e 13 do Corinthians. O Palmeiras, que atualmente tem 32 pontos, tem saldo de 14, o que complica em caso de empate nesta quinta-feira do Verdão contra a Chape.  

QUEM ENTRA EM CAMPO NESTA QUINTA-FEIRA 

GRÊMIO (31 pontos) - Santa Cruz (casa), às 19h30, e Botafogo (4/9, fora, às 18h30) 


Atualmente em quarto lugar, o Grêmio tem a chance de surgir como um dos fortes candidatos ao Osmarzão. Basta à equipe vencer o Santa Cruz na Arena, nesta quinta-feira, para "segurar a audiência" até 4 de setembro (data na qual está marcada a partida contra o Botafogo).

O Tricolor gaúcho pode até terminar esta rodada líder, em caso de seu triunfo e um tropeço do Palmeiras diante da Chapecoense. Em caso de empate ou revés em casa, brigará no máximo por uma vaga pelo G4.

ATLÉTICO-MG (29 pontos) - São Paulo (fora), às 19h30, e Chapecoense (8/8, casa, 20h)

Tem inicialmente a situação mais delicada do "pelotão na frente". Atualmente na 7ª colocação, o Galo precisa derrotar o São Paulo no Morumbi. Além disto, tem de torcer por uma derrota do Grêmio diante do Santa Cruz para chegar à última rodada no G4.

Em caso de igualdade ou derrota nesta quinta-feira, só poderia, no máximo, garantir uma vaga no G4. Com isto, precisará vencer e torcer por tropeços de Flamengo e Atlético-PR na última rodada.

PALMEIRAS (32 pontos) - Chapecoense, nesta quinta-feira, às 19h30, e Vitória (7/8, casa, 16h)

Chega à reta final cercado de expectativa de várias torcidas. Uma vitória sobre a Chapecoense levaria a equipe novamente à liderança, e dependendo apenas de si para levar o Osmarzão na última rodada, contra o Vitória.

Já em caso de empate, pegará a calculadora: em caso de vitória do Grêmio, ficaria na terceira colocação (perdendo a vice-liderança para o Santos, pelo saldo de gols)