Diretoria da CBF se reúne com dirigentes (Foto: CBF)

'Campeonato Brasileiro não suporta  mais o formato no qual estaduais são disputados' (Foto: CBF)

Eduardo Tironi
02/10/2016
09:00
Rio de Janeiro (RJ)

A mudança do calendário do futebol brasileiro deve partir de um ponto principal. A partir dele correções e adaptações poderão ser feitas.

A mudança seria na fórmula de disputa dos campeonatos estaduais. O calendário brasileiro não suporta mais os estaduais no formato em que eles são disputados. Estes torneios, que têm enorme importância histórica, hoje se transformaram em um estorvo sobretudo nos estados em que o futebol é mais forte.

A proposta seria mudar estes estaduais, fazendo uma primeira fase grande com a participação dos clubes menores dos estados. E uma fase final curta, em formato de uma espécie de torneio de verão, em que os clubes maiores entrariam. Para isso, sugiro uma adaptação: o estadual seria disputado em um ano e a fase final, com a presença dos grandes, no começo do ano seguinte.

Esta mudança possibilitaria o aumento de datas para o Campeonato Brasileiro, com jogos prioritariamente em finais de semana. Os meios de semana seriam destinados à Copa do Brasil e à Libertadores, que agora será disputada durante todo o ano.

Nas datas-Fifa o futebol nacional pararia. Com a diminuição drástica dos estaduais, isso será possível porque haverá mais datas disponíveis.

*Eduardo Tironi é colunista do LANCE!