Thiago Salata
20/06/2016
07:35
São Paulo (SP)

O Palmeiras é o novo líder do Campeonato Brasileiro. É o primeiro após nove rodadas porque o melhor ataque da competição, com 19 gols, fala mais alto do que a melhor defesa, do vice-líder Internacional (seis gols sofridos, sendo três apenas no domingo na derrota por 3 a 2 para o Figueirense).

É no saldo de gols (nove contra seis) que o Verdão leva vantagem para retomar a posição que, pela goleada na estreia (4 a 0), ocupou apenas ao fim da primeira rodada. Dá para dizer que o Alviverde não “liderava para valer” o Brasileirão desde a 33ª rodada de 2009, ano em que acabou perdendo o título na reta final. O Palmeiras de Cuca, que ainda dá sustos defensivos, tem envolvido adversários no ataque com velocidade, organização e muito talento, especialmente de Dudu, o melhor da equipe e autor de dois gols no sábado. O Verdão tem pela frente agora os dois últimos colocados: América-MG, terça, em casa, e o Cruzeiro, no sábado, em Belo Horizonte.

A ponta da tabela em 2016 já teve, além do Palmeiras, Santa Cruz, Grêmio, Corinthians e Internacional, que segurou a liderança nas duas rodadas anteriores. Com exceção dos pernambucanos, os demais estão e devem seguir na briga pelo título. O Grêmio se mostra fortíssimo para lutar até o fim pelo troféu nacional.

Após a turbulenta semana com saída de Tite e duas derrotas seguidas, o Timão manteve a distância de três pontos para os líderes ao bater um organizado, porém frágil e limitadíssimo tecnicamente Botafogo, de volta à zona do rebaixamento.

Flamengo e São Paulo têm condições de brigar em cima no torneio, assim como o Santos, que sofreu nos últimos minutos para o Atlético-PR um gol que o jogou para oitavo. Mas o Peixe tem qualidade para mais. O drama dos jogos como visitante ainda atormenta.

Quem tem time para entrar nesta briga é o Atlético-MG, que enfim venceu com Marcelo Oliveira, dono de retrospecto ridículo em seus últimos 20 jogos na Série A por Galo e Verdão (apenas quatro vitórias). Os mineiros têm pela frente três jogos no Independência (Corinthians, América-MG e Botafogo) para provar se de fato estão vivos. Enquanto isso, o rival local pena na lanterninha...

O Brasileirão vai esquentando!