RADAR / LANCE!
13/06/2016
12:28
Rio de Janeiro (RJ)

O Campeonato Brasileiro não aquece corações apenas de torcedores  apaixonados por futebol. O fim de semana da 7ª rodada dividiu as atenções a pixotadas com uma sucessão de carinhos de Dia dos Namorados pelos gramados e arquibancadas afora. 

Com o coração no bico da chuteira, o LANCE! apresenta os vários momentos de amor e ódio que viraram mais uma página do inusitado do Brasileirão.

SAUDADES, ÍDOLO!

No minuto 9 da partida em que o Internacional venceu o América-MG por 3 a 1, a torcida colorada se levantou e bateu palmas no Beira-Rio, em lembrança à saudade deixada pelo eterno ídolo Fernandão. Os dois anos da morte do ex-atacante do Inter foi homenageado até pelo técnico Argel Fucks.

EFEITOS DO DIA DOS NAMORADOS

O Beira-Rio também foi marcado pelo clima do Dia dos Namorados. Antes da partida, a torcida do Inter viu um "casal de sacis" ser o mascote. Além disto, havia um palco montado do lado direito das cabines: à noite, teria um show dos cantores Ana Carolina e Seu Jorge, o que impossibilitou a venda de ingressos para torcedores no setor.

TEVE GALO CANTANDO EM CAMPINAS

O atacante Roger, da Ponte Preta, viu estrelas no Moisés Lucarelli. Após uma dividida com Cleber Santana, o atacante caiu no gramado com um galo na cabeça e teve de sair de campo carregado rumo ao hospital. Já passando bem, Roger está ciente de que a Macaca venceu por 2 a 1 a Chapecoense.

DECIDE AÍ, JUIZ!

Sobrou reclamação com a arbitragem de André Luiz de Freitas Castro durante o empate em 1 a 1 entre Fluminense e Grêmio. Os gremistas questionaram a expulsão de Ramiro e ficaram irritados com uma possível mão na bola de Henrique. Já do lado do Fluminense, teve erro primário em cobrança de escanteio. Para completar o cardápio, o lateral do Tricolor gaúcho, Edilson, deu um pisão no atacante Marcos Júnior, das Laranjeiras.

BOLA QUE TEIMA EM NÃO ENTRAR

O São Paulo viu a chance dos três pontos parar, literalmente, na trave, em três oportunidades. A ponto de, na finalização de Ytalo, a bola bater tanto na trave direita e quanto na esquerda da meta de Weverton. É, não era o dia... E a vitória saiu do lado do Atlético-PR, por 2 a 1.


SORTE BOTAFOGUENSE? SÓ NO AMOR...

A rodada de Dia dos Namorados rendeu um momento curiosíssimo no intervalo de Botafogo e Vitória. Com direito a estender uma faixa, Carlos pediu sua namorada Stefani em casamento. Mas nem tudo foi felicidade no dia do pedido oficial: o Alvinegro deixou o triunfo escapar com um gol no fim, que decretou o empate em 1 a 1 no Raulino de Oliveira.


QUE PESSOAL NERVOSINHO...

No domingo congelante da capital paranaense, a cabeça dos jogadores do Coritiba estava para lá de esquentada. Dos seis cartões recebidos, cinco foram por reclamações com o árbitro durante a vitória por 3 a 2 sobre o Sport, em um Couto Pereira com gramado que parecia um deserto.


PROVOCAÇÃO SUJEITA A 'SOBREVOO' POLÊMICO

Torcedores do Corinthians deram um "chapéu" na determinação do Ministério Público para que a provocação invadisse o clássico diante do Palmeiras. Um drone com uma faixa do Timão sobrevoou o Allianz Parque durante a partida. Mas a atitude não rendeu turbulências ao Verdão, que venceu por 1 a 0.

ATÉ NO ATAQUE, LÉO DUARTE?

O flamenguista Léo Duarte não teve uma partida para esquecer apenas no setor defensivo. Além de mostrar oscilações durante a vitória do Figueirense por 1 a 0, em um dos momentos que foi para o ataque, o zagueiro do Flamengo travou uma jogada por cair na área abraçado à bola e pedir pênalti. 

AMORES NA ARQUIBANCADA

O clima de Dia dos Namorados acalentou o clássico entre Atlético-MG e Cruzeiro. Um homem foi flagrado pedido a namorada em casamento, enquanto houve várias declarações de amor espalhadas em cartazes. Mas a sorte dos atleticanos não foi vista no jogo: a equipe celeste ganhou por 3 a 2, em jogo movimentadíssimo.

ROBINHO EM UMA SINUCA DE BICO

O atacante Robinho mostrou que está ambientado até na catimba digna da rivalidade entre Atlético-MG e Cruzeiro. Aproveitando o fato de ter duas bolas em campo, o camisa 7 do Galo deu um bico para interromper o contra-ataque que De Arrascaeta tentava armar com a outra bola. A postura não adiantou muito: o gringo deu um show no triunfo.


FRED BRINCA DE ESCONDE-ESCONDE

Estreante do Atlético-MG, Fred mostrou faro de gol, mas não foi bem-sucedido na tentativa de um "esconde-esconde" com os objetos atirados no Independência. Após estufar a rede, o camisa 99 atleticano foi alvo de chilenos e até de um galo de borracha.

EI, NÃO ESQUECEU DE NADA NÃO, JUIZ?

A arbitragem também deu uma hesitada no clássico mineiro. Após cometer falta no atleticano Clayton, o cruzeirense Lucas recebeu seu segundo cartão amarelo. Somente após um alerta do assistente, o árbitro Marcelo Aparecido Dias expulsou o lateral de campo.

GRAFITE? SÓ 'NA ARQUIBANCADA'!

O torcedor do Santa Cruz que estava ansioso para ver o veterano Grafite ficou frustrado duplamente. Além de não estar em campo na derrota por 2 a 0 para o Santos, na arquibancada estava apenas um sósia do atacante.