Bruno Cassucci e Olga Bagatini
05/10/2016
23:22
São Paulo (SP)

No empate sem gols em Itaquera, os goleiros foram os melhores de Corinthians e Atlético-MG na noite desta quarta-feira. Walter e Victor pararam os ataques. Robinho foi o atacante com a melhor nota. Confira:

CORINTHIANS

6,5
Walter
Fez duas grandes defesas no primeiro tempo. Seguro sempre que exigido, um dos melhores.

5,5
Léo Príncipe
Deixou muitos espaços nas costas no primeiro tempo, mas melhorou depois. Atacou pouco.

5,5
Yago
Deixou espaços e perdeu na corrida, mas não comprometeu no pouco tempo que jogou.

6,0
Balbuena
Rebateu inúmeras bolas, fez o simples na saída para o ataque e fechou espaços. Eficiente.

6,5
Guilherme Arana
Começou bem, foi muito ao ataque e chamou o jogo. Atrás teve trabalho, mas deu conta.

6,0
Camacho
Bastante exigido na marcação, foi o jogador do Timão que mais roubou bolas. Foi pouco ao ataque.

6,5
Marquinhos Gabriel
O mais ligado do ataque. Se mexeu bastante, caiu pelos dois lados e deu bons passes. Faltou chutar mais.

5,0
Giovanni Augusto
Recuou para iniciar jogadas, mas mais uma vez esteve abaixo. Errou todos chutes e vários cruzamentos.

5,5
Rodriguinho
Iniciou muitas jogadas, mas teve atuação comprometida por duas chances de gols desperdiçadas.

5,0
Marlone
Embora tenha se movimentado, criou pouquíssimo. Quando teve oportunidade, finalizou para fora.

6,0
Gustavo
Uma de suas melhores atuações pelo Timão. Teve gol anulado e parou em Vitor outras vezes.

6,0
Pedro Henrique
Após nove jogos fora, entrou com segurança e não deu espaços para Fred. Fez o simples com a bola.

6,0
Rildo
Se mexeu bastante, cavou a expulsão de Leandro Donizete, mas não conseguiu criar chances de gol.

-
Lucca
Entrou no fim e mal pegou na bola. Pouco tempo para avaliação.

6,0
Téc: Fabio Carille
Seu time jogou bem e foi lesado por gol mal anulado. Mexeu bem, mas time seguiu finalizando pouco.

ATLÉTICO-MG

6,5
Victor
Mais exigido na segunda etapa. Mostrou reflexo, fez boas defesas e ajudou a garantir ponto na Arena.

5,0
Carlos César
A maioria das jogadas adversárias ocorreram nas suas costas. Se esforçou nos cortes dentro da área.

5,0
Gabriel
Se complicou em lances simples. No gol anulado, não viu Gustavo. Teve que correr atrás e sofreu a falta.

5,5
Leonardo Silva
Mais seguro que o companheiro. Mesmo assim, levou drible infantil de Gustavo e deu susto em Victor.

6,0
Fábio Santos
Fez bem sua parte na marcação contra o antigo clube. Afastou o perigo com cortes certeiros e apareceu no ataque.

4,5
Leandro Donizete
Roubou bolas importantes no meio e ajudou nos contra-ataques. Fez faltas duras e acabou expulso.

6,0
Lucas Cândido
Bem postado, ajudou a conter os avanços do Corinthians. Também ajudou na saída de bola e contragolpes.

4,5
Hyuri
Deixado na cara do gol por Robinho, perdeu duas chances claríssimas. Não soube resolver.

6,5
Robinho
Habilidoso, ganhou nos lances individuais e deixou companheiros em excelentes condições.

5,5
Fred
Apagado. Puxou contra-ataques em velocidade e tentou enfiadas de bola, mas errou no simples.

6,0
Clayton
Foi melhor que Hyuri, mas também não aproveitou as chances. Lançado na área, parou em defesa de Walter.

6,0
Patric
Entrou com vontade. Tentou colocar a bola na área e até deu susto em Walter, mas conseguiu ser efetivo.

6,0
Dátolo
Após sua entrada, Galo passou a ter mais posse de bola. Fez boas triangulações com Fred e Robinho.

6,0
Yago
Entrou para preencher o meio após a expulsão de Donizete. Ajudou o Galo a segurar a pressão.

6,0
Téc: Marcelo Oliveira
A proposta de jogar mais retraído rendeu boas chances no primeiro tempo. No segundo, time caiu e sofreu pressão.