RADAR/LANCE
28/05/2016
20:25
Curitiba (PR)

Após três rodadas sem vitórias, Atlético-PR e Figueirense se encontraram na Arena da Baixada buscando "desencantar" no Brasileirão. E quem levou a melhor foi o time da casa. Com um final emocionante em Curitiba, a equipe rubro-negra venceu por 2 a 1 diante do seu torcedor.

O nome da partida foi o atacante Ewandro, autor do primeiro gol, de cabeça, e responsável pela belíssima jogada que resultou no segundo, marcado por Thiago Heleno, também de cabeça. No segundo tempo, Bruno Alves fez o gol de honra do Figueirense, que correu atrás até os minutos finais, mas não conseguiu sair de campo sequer com um empate. A equipe de Santa Catarina acertou uma bola no travessão nos acréscimos.

Com o resultado, o Atlético-PR foi aos quatro pontos e sai momentaneamente da da lanterna e da zona de rebaixamento, parte da classificação que agora é frequentada pelo Figueirense, com apenas três pontos.

O jogo

Apesar dos dois gols dos anfitriões ainda antes do intervalo, o equilíbrio prevaleceu em boa parte da etapa inicial em Curitiba. Em uma partida muito movimentada, o Figueirense conseguiu ameaçar a meta de Weverton em alguns lances, mas não teve a pontaria afiada do Atlético para balançar as redes, além de ter falhado em lances capitais. No cruzamento de Eduardo pelo lado direito, Gatito Fernández ficou indeciso e não saiu do gol. Melhor para Ewandro, que teve liberdade para tocar de cabeça sem muito esforço e inaugurar o marcador.

Sem se abater com o gol, o Figueirense teve bons momentos e chegou a carimbar a trave com Rafael Moura. Mas o atacante Ewandro estava em uma noite inspirada. Próximo dos 45 minutos, o jogador passou por três adversários e fez linda jogada antes de colocar a bola na cabeça de Thiago Heleno: 2 a 0. 

No segundo tempo, o Figueirense não apresentou o mesmo ímpeto da etapa inicial e encontrou dificuldades principalmente para encontrar espaços e sair para o jogo. Não fosse o camisa 1 Gatito, o Furacão paranaense poderia ter transformado a vitória em goleada. Mas quando encontrou liberdade, o time visitante conseguiu chegar ao gol. No cruzamento que veio da esquerda, o zagueiro Bruno Alves cabeceou livre, diminuindo o marcador.

O gol do Figueira deu um pouco mais de emoção nos últimos 15 minutos da partida, que ficou mais aberta e com boas oportunidades para os dois lados. No apagar das luzes, Dudu carimbou o travessão e desperdiçou a oportunidade do empate. Alívio para o Atlético-PR, que não só conheceu sua primeira vitória no Brasileirão como também deixou o Z-4 e jogou o adversário Figueirense para a zona da degola.

ATLÉTICO-PR 2x1 FIGUEIRENSE

Motivo: 4ª rodada, Brasileirão 2016
Data/Hora: 28/05/2016, às 18h30
Local: Arena da Baixada, em Curitiba (PR)
Arbitragem: Péricles Bassols Pegado Cortez (PE)
Assistentes: Fábio Pereira (TO) e Marcelino Castro de Nazaré (PE)

GOLS: Ewandro, 22'1ºT (1-0); Thiago Heleno, 43'1ºT (2-0); Bruno Alves, 28'2ºT (2-1)
Cartões amarelos: André Lima, Thiago Heleno (CAP); Jaime (FIG)
Cartão vermelho: Não teve.
Público/Renda: Não divulgados.

ATLÉTICO-PR: Weverton; Eduardo, Cleberson, Thiago Heleno e Sidcley; Otávio e Hernani (Deivid - Intervalo); Nikão e Vinícius; Ewandro (Pablo - 36'2ºT) e André Lima (Walter - 23'2ºT). Técnico: Paulo Autuori.

FIGUEIRENSE: Gatito; Ayrton, Bruno Alves, Jaime e Marquinhos Pedroso; Elicarlos, Jocinei (Michael Ortega - Intervalo), Ferrugem (Dudu - 15'2ºT) e Bady; Ermel (Guilherme Queiroz - 37'2ºT) e Rafael Moura. Técnico: Vinícius Eutrópio.