LANCE!
11/02/2018
18:02
Rio de Janeiro (RJ)

Outrora dada como encaminhada, a negociação do atacante uruguaio Rodrigo Aguirre com o Botafogo deu uma esfriada nos últimos dias. Em entrevista coletiva após a derrota para o Flamengo, no último sábado, o gerente de futebol do Alvinegro, Anderson Barros reforçou o quanto está pessimista num desfecho da novela agradável ao Glorioso. 

- Não tem definição sobre Rodrigo Aguirre. Durante essa semana eu estava pessimista e continuo dessa forma. A gente diz que nada se acaba, mas a tendência é que não aconteça - comentou o dirigente, que esperava um desfecho da situação até este domingo. 

Em entrevista ao site Globoesporte, o agente do jogador revelou que abrirá conversas com outras equipes, embora seja o desejo do jogador defender o Botafogo. Betancourt disse ainda que o Alvinegro 'se calou' nos últimos dias sobre os detalhes finais do acerto. 

Aguirre tem 23 anos e pertence à Udinese-ITA. Revelado pelo Liverpool-URU, ele defendeu o Nacional-URU na última temporada, por empréstimo. Enfrentou o Botafogo pela volta das oitavas de final da Libertadores, foi expulso, mas chamou a atenção da torcida. 

Ao longo desta semana, o atacante, o Botafogo e o time europeu definiram  os valores do acordo: US$ 250 mil pelo empréstimo. O tempo (um ano ou 18 meses) era um detalhe que faltava ser acordado. 


Troca de carinhos

Nas redes sociais do jogador, houve uma 'invasão' do torcedor botafoguense pedindo que Aguirre fechasse com o clube. E a recíproca foi verdadeira. O uruguaio sempre postou que queri fechar com o Botafogo. No Instagram, ele escreveu em português: 'Quero ser feliz no Fogão'. No Twiter, postou (tradução livre)

- Não quero Argentina, não quero o México, não quero a Itália, não quero o Equador. Eu quero o velho e grande tetra campeão - publicou, fazendo uma referência ao tetracampeonato carioca do Botafogo, entre 32 e 35.

Se fechar com o Botafogo, Aguirre será a quinta contratação da temporada. Além dele vieram os meias Luiz Fernando e Renatinho e os atacantes Kieza e Leandro Carvalho.