Hernane Brocador Bahia

Hernane foi contratado pelo Bahia em dezembro do ano passado (Foto: Reprodução/Twitter)

RADAR/LANCE!
07/01/2016
16:52
Salvador (BA)

Contratado como esperança de gols pelo Bahia, Hernane disse que conversou com muita gente antes de tomar a decisão de trocar a Série do Brasileiro por um time que disputará a Segunda Divisão em 2016. No entanto, ele revela que o projeto apresentado pelo clube na negociação fez com que ele assinasse com o Esquadrão de Aço.

- Olha, essa decisão tem que ser feita com duas ou três pessoas, com empresário, com a família, e eu escutei primeiro o projeto do Bahia. Acho que é um projeto muito bom, escutei um pouco do clube, do pensamento do presidente, então isso fez com que eu pudesse vir para o Bahia e iniciar um ano, que com fé em Deus, será um ano maravilhoso para nós – disse o jogador em entrevista no programa Seleção SporTV, admitindo que há diferença em jogar nas divisões, mas acredita que o Bahia será importante para sua carreira no futuro.

- Tem diferença, né?! Série A e Série B. Mas acho que tem que acabar com esse receio do Nordeste, que nem eu pensei mais no que o Bahia pode me dar futuramente do que hoje – completou o atacante.

Conhecido como Brocador, Hernane disse que o apelido seguirá em sua camisa no time baiano. Inclusive, ele acredita que a alcunha fará mais sentido agora que ele joga pelo Bahia, já que é uma expressão do estado.

- Sim, é uma brincadeira, que acabou dando certo. Eu acho que agora eu estou no lugar certo, na Bahia, de onde saiu essa palavra, o Brocador.

O atacante lamentou sua passagem no exterior, quando foi contratado pelo Al-Nassr, da Arábia Saudita. Ao voltar para o Brasil em 2015, o Brocador também não teve uma boa passagem pelo Sport. Por isso, ele espera reencontrar a boa fase com a camisa do Tricolor baiano.

- Infelizmente foi uma experiência que eu passei, não deu certo, e espero que seja aqui no Bahia. Infelizmente no Sport não aconteceu, mas é como eu falei, o Bahia cumpre com as suas obrigações, é muito importante para nós jogadores fazer um bom trabalho. Então creio que isso vá ser  muito importante para 2016, aqui no Bahia.