Claudinei Oliveira

Claudinei Oliveira já pensa em mudanças para formar o time que enfrentará o Vasco (Foto: Jamira Furlani/Avaí FC)

LANCE!
03/10/2017
15:03
Florianópolis (SC)

Após ser derrotado pelo lanterna do Campeonato Brasileiro e quebrar uma sequência de sete jogos de invencibilidade, o Avaí perdeu três posições na tabela e retornou à temida zona de rebaixamento. Para buscar uma recuperação contra o Vasco, no dia 11 de outubro, o técnico Claudinei Oliveira terá quase dez dias livres para treino. Apesar da sequência de jogos utilizando o time mais forte, o comandante azurra deixou aberta a possibilidade de testar algumas mudanças na equipe que enfrentará o Cruz Maltino.

- Tem que esfriar a cabeça, tem muito dias para trabalhar a equipe. Não adianta tentar achar culpado pela derrota, nem tanto ao céu nem tanto à terra. Luanzinho está muito bem, tem 17 anos, e Willians, vocês que estão em todos treinos, se você falar que o Willian tem treinado mal. Pelo contrário, tem entrado muito bem, tem dinâmica muito boa nos treinos. A gente muda, escala, de acordo com o trabalho durante a semana, infelizmente o treinador não tem possibilidade de ver o treino. Nosso treino é aberto e não tem nem muro. A gente está escolhendo o que acha que é melhor para o Avaí. Não existe interesse em colocar a equipe pior para perder, não existe isso - explicou Claudinei.

As últimas alterações no time principal de Claudinei só ocorreram por conta de lesões ou suspensão, mas a torcida cobra bom resultados. Com boas opções disponíveis, o comandante reconhece que o bom funcionamento do Avaí pode ter sido prejudicado e afirma que, para resolver o problema, talvez sejam realizadas algumas alterações, já que não os jogadores não têm lugar cativo no time titular.

- Temos que ter calma, se acharmos que o Luanzinho tem que ser titular, o Marquinhos voltar, o Willian tem que ser titular, o Diego Tavares tem que jogar, vamos mudar com tranquilidade, ninguém tem lugar cativo na equipe. A gente tem uma certa coerência. Uma sequência que a gente vinha fazendo no Brasileiro, reconhecido por todos, o bom momento, a gente não tinha por que fazer mudanças. A partir do momento que as coisas começaram a não acontecer, podemos pensar em outra alteração.

Após a derrota por 2 a 0 para o Atlético-GO, o Avaí retorna aos treinos nesta quarta-feira. Agora, na 17ª colocação, o Leão soma 30 pontos, apenas um atrás do Fluminense, primeiro time fora da zona de rebaixamento.