Cristóvão Borges orienta o grupo em treinamento no CAT do Caju. (Foto: Gustavo Oliveira/Site Oficial)

Cristóvão Borges passa orientações em treinamento no CAT do Caju. (Foto: Gustavo Oliveira/Site Oficial)

RADAR/LANCE!
26/01/2016
18:02
Curitiba (PR) 

Após o encerramento da pré-temporada, o Atlético Paranaense embarcou para o Rio de Janeiro, onde fará sua estreia na Primeira Liga, às 19h, diante do Fluminense no Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda (RJ).

Começando a temporada jogando fora de casa, o técnico do Furacão, Cristóvão Borges, não quis fazer julgamentos precipitados. Para ele, a vitória por 7 a 0 e a derrota por 3 a 2, na pré-temporada, diante do Marcílio Dias (SC) e do Red Bull (SP), respectivamente, foram bons testes, mas somente após o início da Primeira Liga e do Campeonato Paranaense é que o Atlético poderá ser analisado.

- Depois de jogar as duas competições (Primeira Liga e Campeonato Paranaense), aí sim as coisas vão ficando mais claras. Só que, para começo, é difícil porque é refazendo uma equipe. É um processo que requer tempo. Nós vamos estar melhores a cada jogo. Até chegar o Brasileiro, aí a gente já vai estar bem jogado - afirmou o treinador, em entrevista coletiva.

Além de ter uma equipe em reformulação, já que o clube trouxe seis novos reforços para esta temporada, o Atlético se deparou com um grupo complicado na Primeira Liga, que além do Flu, foi definido ainda por Cruzeiro e Criciúma. No entanto, apesar da dificuldade, o desafio será encarado de forma positiva pelo técnico rubro-negro.

- É bastante difícil. Por outro lado, vamos ser bastante testado no mais alto nível. É como se tivesse a continuidade do Campeonato Brasileiro, no melhor nível. Tem o fato de estarmos refazendo a equipe, primeiro jogo, então é muito prematuro. Vamos começar a jogar para ver e tirar as conclusões. Mas, começando dessa maneira, a exigência é muito alta, e nós vamos obter bastante informações.

Depois da partida diante dos cariocas, a equipe do Furacão retorna para Curitiba, onde inicia a preparação para a estreia no Campeonato Paranaense. Para Cristóvão, o Estadual será mais uma chance de repetir a mesma equipe da Primeira Liga para começar a construir uma identidade ao time paranaense.

- Vamos começar com o melhor que nós tivermos. A mesma equipe que vai jogar a Primeira Liga vai jogar o estadual para a gente poder caminhar e acelerar nosso processo de amadurecimento da equipe.

No Paranaense o duelo contra o Operário acontecerá no próximo domingo, às 17h, no Estádio Germano Krüger, em Ponta Grossa.