Victor, goleiro do Atlético-MG (Foto: Bruno Cantini/Divulgação/Atlético-MG

Victor, goleiro do Atlético-MG (Foto: Bruno Cantini/Divulgação/Atlético-MG

LANCE!
27/02/2016
19:31
Patos de Minas (MG)

O gramado do estádio Bernardo Queiroz, palco da derrota do Atlético-MG para a URT, pela quinta rodada do Campeonato Mineiro, foi bastante criticado por Victor. O goleiro deixou o local irritado com o campo e chegou a chamá-lo de “pasto”.

Questionado sobre a atuação do Galo, o camisa 1 preferiu direcionar as críticas ao gramado e não mediu as palavras.

– O time batalhou, lutou muito, mas é difícil jogar neste pasto. É inadmissível colocar em risco os jogadores em um campo como este. É difícil de jogar futebol assim, de tocar a bola. Então, talvez sofremos e os erros foram em decorrência do estado do gramado – comentou.

– A URT achou um gol e se fechou, foi competente para segurar o resultado. A gente também não pode achar que jogar em uma campo como este é uma coisa normal no futebol – acrescentou.