Independiente del Valle (Foto: Divulgação)

Independiente del Valle teve empate injusto com o Colo Colo na primeira rodada (Foto: Divulgação)

RADAR/ LANCE!
24/02/2016
08:05
Rio de Janeiro (RJ)

CARLOS ALBERTO VIEIRA - Editor do LANCE!

Nesta quarta-feira, o Atlético-MG enfrentará um time de menor porte do Equador, de uma cidade que provavelmente poucos ouviram falar (Sangolquí), com jogadores quase desconhecidos e que jamais ganhou o campeonato nacional. Sinal de goleada à vista? Bom, melhor o Galo não pensar assim.

Os "Rayados" têm um ótimo toque de bola, um esquema bem definido, tanto na defesa quanto no ataque (apenas com José Angulo e vários companheiros chegando a todo o momento para auxiliar o camisa 19). E, no meio de campo, há dois jogadores que merecem atenção: o habilidoso volante Orejuella, que fez o gol no empate em 1 a 1 com o Colo Colo, e Sornoza, camisa 10 que tem todas as características de um meia de qualidade, bom toque de bola, visão, chute perigoso em, de quebra, manda bem na bola parada. 

Lá atrás, a zaga se mostra bem segura, com Mina e Caicedo, que são fortes e altos, aparecem muito nos escanteios. Foi Caicedo, inclusive, que marcou o gol da vitória por 1 a 0 sobre o Guaraní-PAR na partida de ida da primeira fase.

Atenção, Galo. O Independiente del Valle não tem quase história nenhuma. Mas merece todo o respeito e este grupo mostrou força: o empate com o Colo Colo na estreia foi um resultado injusto para o que este time equatoriano apresentou em casa.