Diego Aguirre

Aguirre agradeceu determinação do presidente Daniel Nepomuceno (ao fundo) no Galo (Foto: Bruno Cantini)

RADAR/LANCE!
15/02/2016
12:17
Belo Horizonte (MG)

A permanência de Lucas Pratto, pelo menos até o fim da Copa Libertadores, e as inscrições dos equatorianos Erazo e Cazares, deixaram o técnico Diego Aguirre, do Atlético Mineiro, mais tranquilo para a estreia do Galo na competição continental, prevista para esta quarta-feira, às 21h45, contra o Melgar, no Estádio Mariano Melgar, em Arequipa, no Peru.

- Estou bem mais tranquilo - disse o treinador.

Lucas Pratto teve propostas de clubes da China e da Europa para deixar o Atlético. Porém, a diretoria recusou as ofertas. Erazo foi regularizado na última semana e está à disposição do treinador. Já a situação de Cazares deu mais trabalho. O jogador, contratado junto ao Banfield, da Argentina, necessitou de uma autorização da Fifa para poder jogar, já que os argentinos têm uma briga com o Independiente del Valle, do Equador, o que estava dificultando a liberação do meia.

Além destes jogadores, o Atlético contratou o atacante Robinho, o volante Júnior Urso. Além disso, busca a contratação do meia-atacante Clayton, do Figueirense. Aguirre se disse satisfeito e animado para a trajetória à frente da equipe.

- Foi muito importante o esforço que fez o presidente e o Atlético para se reforçar. Até apresentarmos a lista da Libertadores, ainda pode haver mais um nome. Teremos um time bom, um elenco que podemos pensar em competir em mais de uma competição, não somente a Libertadores. Temos boas opções. Agora, a responsabilidade é nossa para que o time apresente no campo um bom futebol e dê vitórias para a torcida, que está com muita expectativa - disse Aguirre.