Alison, atacante do Atlético-GO (Foto: Divulgação/ACG)

(Foto: Divulgação/ACG)

RADAR/LANCE!
07/10/2016
09:52
Goiânia (GO)

O Atlético-GO é o melhor time da Série B do Campeonato Brasileiro. E boa parte do rendimento do líder da competição está atrelado ao desempenho de um jogador. Alison é a grande sensação do Dragão nesta temporada. Mas quem é o jovem que se destaca no time comandado por Marcelo Cabo?

Autor de seis gols em 16 partidas, o centroavante de 20 anos é o artilheiro da equipe goiana no torneio. Nem o atual titular da posição marcou tanto quanto o garoto. Júnior Viçosa é quem tem contado com a predileção da comissão técnica. Ele balançou as redes adversárias apenas cinco vezes em 23 jogos.

A facilidade para colocar a bola nas metas adversárias acompanha Alison desde o início da carreira. Ele surgiu no São Caetano, em 2014. No clube do ABC Paulista, disputou a Série C e se destacou pela facilidade de marcar gols. Não é à toa que, em pouquíssimo tempo, recebeu uma proposta do Shonan Bellmare (JAP) para jogar a J-League.

– Foi uma experiência muito boa na minha vida. O Japão é um país maravilhoso e que espero voltar um dia. Foi um período bem tranquilo. Só para dormir que demorou um pouco por causa do fuso horário – disse à reportagem.

– Mas, no início, o problema maior mesmo era o idioma. Era bem complicado me adaptar ao japonês. Quando eu ia ao mercado, tinha que ficar colocando no tradutor do celular para saber os nomes das coisas, das frutas – contou aos risos o jovem.

Embora os japoneses acenassem com a prorrogação do contrato, Alison preferiu retornar ao Brasil. Na volta, se apresentou no Mirassol, detentor de seus direitos econômicos até dezembro de 2017, mas logo foi emprestado ao Atlético-GO. E no time de Goiânia não tem decepcionado. Embora esteja em alta, dispensa a briga pela artilharia até do próprio elenco.

– Lógico que todos os atacantes pensam em brigar pela artilharia, mas eu prefiro ir vivendo jogo a jogo. Se Deus quiser, vou brigar lá em cima sempre – declarou.

O auge do centroavante no clube de Goiânia ocorreu nos jogos diante de Goiás e Sampaio Corrêa. Ele marcou duas vezes em cada partida, ambas válidas pela Série B do Campeonato Brasileiro.

A serenidade para falar e a experiência no futebol impressionam para um atleta de 20 anos. Mas o que proporciona a maturidade a Alison é a possibilidade do convívio com a família – a esposa Ana Carla e o filho Arthur.

– Cuidar da minha família é uma responsabilidade boa, porque meu filho e minha esposa me ajudam muito no dia a dia. E me dão mais inspiração para continuar trabalhando forte. Minha família é quem me ajuda de verdade – concluiu.

Neste sábado (8), o Atlético-GO receberá o Avaí, pela 30ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. A torcida do Dragão sabe que será difícil vencer os jogos e se manter na liderança sem o seu principal artilheiro da temporada.