Jori, goleiro do América-MG (Foto: Divulgação)

Jori, goleiro do América-MG (Foto: Divulgação)

LANCE!
24/06/2016
17:30
Belo Horizonte (MG)

O América-MG tem a tradição de ser um revelador de grandes jogadores. Em janeiro deste ano, a equipe sub-20 do Coelho fez uma ótima participação na Copa São Paulo, chegando a semifinal. Durante o torneio, alguns jovens jogadores chamaram a atenção do público e mostraram ter condições de um futuro promissor.

Um deles foi o goleiro Jori. Com boas atuações, o camisa um ganhou destaque ao defender pênaltis nas disputas contra Vasco e Bahia.

Mesmo sendo apontado como uma promessa americana e com potencial para assumir o gol da equipe no futuro, a diretoria corre o risco de perder o atleta sem receber por isso.

Isso porque o contrato de Jori termina em 12 de dezembro deste ano e a diretoria do clube ainda não procurou o atleta e seus representantes para a renovação do vínculo. Portanto, Jori já pode assinar um pré-contrato com qualquer outra equipe e sair de graça do Coelho ao final do ano.

Recuperando-se de uma lesão no joelho, o jogador quer continuar no América e está esperando a diretoria do clube o chamar para conversar sobre uma renovação.

- Eu devo tudo ao América e quero iniciar minha carreira profissional aqui. Pude fazer, junto com todo o grupo, uma boa Copa São Paulo, e espero seguir no clube, dar mais alegrias a torcida e escrever uma história legal - afirmou.

Desde que voltou da disputa da Copinha, Jori está treinando com o elenco profissional, mas retorna para a equipe sub-20 nos dias de jogos, para jogar o Estadual da categoria. Campeonato este que o América se classificou para a fase final com a melhor defesa.

O jovem goleiro falou sobre esta experiência e ainda a respeito da relação com João Ricardo, goleiro titular e grande destaque do time principal na Série A do Brasileirão:

- Eu fico muito feliz pela oportunidade de treinar com a equipe profissional. Aprendo muito a cada dia de treinamento e procuro sempre evoluir. Estou tendo a oportunidade de treinar com o João, que é um dos melhores goleiros do país, e está sendo muito bom, pois ele sempre conversa comigo, passa dicas e ajuda muito no meu crescimento. Espero um dia poder ajudar o América assim como o João vem ajudando e colocando seu nome na história do clube.