Vasco x Bangu - Fernando Miguel

Fernando Miguel nada pode fazer no pênalti cobrado por Anderson Lessa, que valeu o empate do Bangu (Foto: Andre Melo Andrade/AM Press)

LANCE!
23/03/2019
21:39
Rio de Janeiro (RJ)

Depois de perder a invencibilidade duas rodadas atrás, contra a Cabofriense, em Cariacica-ES, o Vasco conheceu também a primeira derrota do ano em São Januário, neste sábado. Precisando vencer para garantir a ida à fase final da Taça Rio, o Cruz-Maltino teve uma noite pouco inspirada e levou a virada do Bangu, que venceu por 2 a 1 e se classificou. O goleiro Fernando Miguel definiu o sentimento diante do resultado adverso dentro de casa: 

- Frustração, porque a gente tinha a ambição e a expectativa de buscar a classificação. Infelizmente não conseguimos e perdemos a invencibilidade dentro de casa. Acredito que nós tivemos a possibilidade de definir o placar um pouco antes, mas também não vamos tirar o mérito da equipe do Bangu que nas oportunidades que teve, conseguiu ser cirúrgico. 

Apesar do bom retrospecto do Vasco em 2019 - que venceu o primeiro turno e está garantido nas semis do Carioca - a equipe de Alberto Valentim não tem conseguido fugir das vaias. O camisa 1 vascaíno mostrou pessimismo em relação a classificar-se com o Gigante da Colina na Taça Rio e deu satisfações ao torcedor que compareceu em São Januário. 

- A gente vai seguir trabalhando. Perdemos a Taça Rio, não vamos conseguir classificar nela. Ganhamos a Taça Guanabara, mas jogar no Vasco é isso. A gente precisa entender que temos responsabilidade em todos os jogos, e não só no campeonato. Todos os jogos em que entramos em campo, temos a responsabilidade de representar bem, e hoje é o dia que nem nós, e nem o torcedor, sai satisfeito - finalizou. 

Mesmo com a derrota, o Vasco ainda dorme na zona de classificação para as semifinais da Taça Rio, com 8 pontos no Grupo B, mas precisa torcer contra o Volta Redonda, que pega o Boavista, em casa, neste domingo. Já o Bangu, garantiu a classificação na liderança do Grupo C com 15 pontos, à frente de Flamengo e Cabofriense.