Náutico x Vasco

Em jogo disputado, Náutico e Vasco ficaram no empate por 2 a 2, nos Aflitos (Foto: Tiago Caldas / CNC)

Felipe Melo
24/10/2021
18:06
Recife (PE)

Nos Aflitos, o Vasco saiu na frente com gols de Nene e Cano, mas o Náutico reagiu e arrancou um empate por 2 a 2, com Vinícius e Yago, pela 31ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. Com o resultado, ambas equipes perderam a chance de encostar no G4. A diferença do Cruz-Maltino para o quarto colocado é de cinco pontos, enquanto o Timbu está a sete. 

O próximo compromisso do Gigante da Colina será na sexta-feira, dia 29, às 21h30, contra o CSA, em São Januário. O Timbu, por sua vez, enfrenta o lanterna Brasil de Pelotas, um dia antes, na quinta-feira, no Bento Freitas, às 21h30. Ambas as partidas serão válidas pela 32ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro.

+ Confira e simule a tabela da Série B do Campeonato Brasileiro


ELE DECIDE!
No início da partida, o Náutico antecipou sua marcação e pressionou a saída de bola do Vasco. Essa movimentação dificultou os visitantes, que desperdiçaram algumas bolas nos primeiros minutos. Na primeira saída do Cruz-Maltino no jogo, Rafael Ribeiro perdeu o domínio da bola na defesa e Nene aproveitou. O camisa 77 finalizou e colocou os cariocas à frente no placar.

FAZ O L
Com mais espaço para atacar, os visitantes conseguiram fazer uma linda jogada e ampliar o placar. Em mais uma saída de bola errada da defesa do Timbu, Gabriel Pec tocou de peito para Nene, que com um passe de calcanhar, tirou toda defesa adversária da jogada e achou Marquinhos Gabriel. O meia cruzou para Germán Cano, que com faro de gol, colocou a bola no fundo da meta alvirrubra. 

TIMBU VIVO
Durante a temporada, a defesa do Vasco tem sofrido com a bola aérea. Mesmo com uma boa vantagem no placar, o sistema defensivo estava mal posicionado e não evitou o gol de Vinícius. Pelo lado direito, Hereda passou por Cano e cruzou na área. O lateral Zeca marcou a bola e o camisa 7 apareceu livre na segunda trave para cabecear com categoria. 

CHANCE LÁ E CÁ
No fim do primeiro tempo, os visitantes tiveram uma boa chance com Cano. O argentino recebeu na área e tentou por cima do goleiro Anderson, mas a bola saiu. O Náutico teve mais volume na parte final dos primeiros 45 minutos e Jean Carlos arriscou de longe. Lucão espalmou e no rebote a defesa do Vasco afastou o perigo. 

BOLA AÉREA
Na volta do intervalo, o Náutico explorou as jogadas por cima ao ver a dificuldade que a defesa do Vasco tem nessa jogada. Lucão tentou sair com o pé, se complicou, e Jean Carlos sofreu a falta. Na cobrança, o meia não conseguiu levar perigo. Em mais uma cobrança de falta, Jean Carlos levantou na área, e Yago cabeceou para o fundo da meta do arqueiro vascaíno. 

DISPUTA ATÉ O FIM
Depois de uma sequência de cruzamentos do Timbu, a bola sobrou para Matheus Jesus que acertou a rede pelo lado de fora. Na sequência, Caio Dantas arriscou e a bola saiu em escanteio. Na melhor chance do Cruz-Maltino no segundo tempo, Nene arriscou de longe e por pouco não desempatou.

Depois de um cruzamento pela esquerda, Walber cabeceou, mas Anderson fez grande defesa e a bola ainda tocou na trave. O fim da partida foi muito disputado com ambos os times lutando muito, na base da vontade, mas o resultado não foi bom para nenhum dos dois.

FICHA TÉCNICA
NÁUTICO 2X2 VASCO

Data/Hora:
24/8/2021, às 16h (de Brasília)
Local: Aflitos, em Recife (PE)
Árbitro: Paulo Roberto Alves Junior (PR)
Assistentes: Bruno Boschilia (FIFA-PR) e Victor Hugo Imazu dos Santos (PR)
VAR: Wagner Reway (FIFA-PB)
Cartões Amarelos: Matheus Jesus, Jailson, Hélio dos Anjos, Paiva e Rafael Ribeiro (NAU) / Nene, e Gabriel Pec (VAS)
Cartões Vermelhos:

Gols: Nene (8'/1T) - (0-1), Cano (18'/1T) - (0-2) / Vinícius (26'/1T) (1-2), Yago (12'/2T) - (2-2)

NÁUTICO (Técnico: Hélio dos Anjos)
Anderson; Hereda (Jeferson 28'/2T), Yago, Rafael Ribeiro e Júnior Tavares; Rhaldney (Paiva 40'/2T), Matheus Jesus e Jean Carlos; Vinícius, Jailson (Jacob Murillo 33'/2T) e Caio Dantas (Matheus Trindade 40'/2T)

VASCO (Técnico: Fernando Diniz)
Lucão, Zeca, Walber, Leandro Castan e Riquelme; Bruno Gomes, Marquinhos Gabriel e Nenê; Morato (Andrey 18'/2T), Gabriel Pec (Léo Jabá 22'/2T) e Cano.