São Januário

Vasco confirmou o quarto rebaixamento de sua história apesar da vitória de 3 a 2 (Foto: Reprodução/Twitter Vasco)

LANCE!
25/02/2021
23:52
Rio de Janeiro (RJ)

Durante a partida contra o Goiás, pela última rodada do Campeonato Brasileiro, um grupo de cerca de 50 torcedores protestou na entrada de São Januário contra o time e a diretoria do Cruz-Maltino. Apesar de ter voltado a vencer, com dois gols do zagueiro Ricardo Graça, o clube carioca confirmou o seu quarto rebaixamento em 12 anos. A informação foi inicialmente divulgada pelo site "Esporte News Mundo"

> Confira como terminou a classificação do Campeonato Brasileiro 


Durante o protesto, foram ouvidos gritos de "time sem vergonha" e muitas críticas e xingamentos. Membros de torcida organizada e pessoas com bonés em apoio a Leven Siano emitiram gritos contra o ex-presidente da Assembleia Geral do clube, Faues Cherene Jassus, o Mussa, e o novo mandatário Jorge Salgado.

Nesta sexta, está marcada uma coletiva de imprensa com o presidente Jorge Salgado e a presença do diretor de futebol Alexandre Pássaro para esclarecer como será o planejamento do clube para a próxima temporada, que se inicia já em março. O time de São Januário terá pela frente uma nova realidade, já que terá uma queda brusca na receita ao disputar a Série B.

O Vasco chegou a última rodada do Campeonato Brasileiro necessitando derrotar o Esmeraldino, torcer para o Fortaleza não vencer o Fluminense, e tirar uma desvantagem de 12 gols de saldo. Os resultados aconteceram, porém o rebaixamento se confirmou pela diferença entre os saldos das equipes. 

No entanto, a direção do Gigante da Colina entrou com um pedido de anulação da partida diante do Internacional, já que no primeiro gol Colorado, o VAR apresentou uma pane e o lance foi validado pelo árbitro de campo. O STJD recebeu da CBF os áudios e vídeos do equipamento e o clube carioca segue com o pedido alegando "erro de direito" e "impedimento incontestável".