David Nascimento
31/12/2018
03:00
Rio de Janeiro (RJ)

Ao chegar no Vasco no segundo semestre de 2018, Fernando Miguel tinha pela frente uma importante missão: ajudar, de alguma forma, a equipe a se livrar do risco de rebaixamento no Campeonato Brasileiro. Nas primeiras semanas, porém, não podia fazer muito, já que assistia era reserva do então titular Martin Silva – que deixou São Januário neste dezembro após cinco anos. Nos últimos duelos de 2018, entretanto, Fernando Miguel assumiu a titularidade depois de falhas sucessivas do companheiro e não saiu mais, sendo considerado fundamental pelos vascaínos para seguir na Série A.

Em entrevista exclusiva ao LANCE!, Fernando Miguel abriu o jogo e avaliou seus desempenhos com a camisa do Vasco ao longo da temporada – o goleiro, com contrato em São Januário até 31 de dezembro de 2019, entrou em campo em 2018 em 14 partidas, com quatro vitórias, quatro empates e seis derrotas. Fernando Miguel ainda falou sobre o que esperar para a temporada que está para começar. De acordo com o agora titular cruz-maltino, uma das certezas existentes é a de que o ano que se inicia será muito diferente em relação ao ano que está ficando no passado.

Nesta terça-feira, primeiro dia de 2019, confira aqui no site do LANCE! a parte final da entrevista!

Primeiramente, parabéns pelo 2018 com a camisa do Vasco. Para começar, como avalia a temporada pessoal sua e do time?
Foi uma temporada bem intensa. Vivemos coisas que com certeza não queremos viver mais, temos de tirar de lição os erros do passado. Em relação a minha temporada, tenho certeza que consegui demonstrar em campo o valor da camisa do Vasco e sei que a torcida ficou contente com as minhas atuações.

Ter acertado com o Vasco foi o maior passo na sua carreira até agora? Como foram estes primeiros meses, com o carinho do torcedor?
Tive passagens por outros clubes que também são grandes, mas o carinho do torcedor do Vasco comigo foi algo muito importante nesse período. Mesmo com as dificuldades que tivemos, eles sempre nos apoiaram em todos os momentos.

Você foi considerado como fundamental pelos torcedores nos últimos jogos do ano para que a permanência na elite do Brasileiro fosse garantida. A defesa contra o São Paulo mês passado, em São Januário, dificilmente será esquecida pela torcida do Vasco. Como vê isso?
A torcida, como falei acima, também foi muito importante para a nossa retomada no Campeonato Brasileiro. Minha defesa e outras que também foram feitas pelo Martin nos ajudaram, mas não foi só isso. Sei da importância dessa atuação diante do São Paulo, mas todos os jogos foram marcantes para mim.

O que espera para a próxima temporada? Está pronto para a responsabilidade de agora ser considerado o goleiro de número um do Vasco?
Desde que assinei meu contrato com o clube já sei dessa responsabilidade. Não tem moleza em clube como o Vasco. Precisamos nos dedicar dia a dia para as conquistas serem favoráveis a nós.

O que o Vasco tem de fazer de diferente em 2019, em comparação com o que foi feito neste 2018, para não passar de novo por sufocos?
Não podemos vacilar. Todos sabem das responsabilidades e todos tem um pouco de colaboração ali. Temos certeza que nosso 2019 será muito diferente.

Depois de um ano difícil nas competições que o Vasco participou, há condição de brigar por títulos em 2019?
Claro, o Vasco entra em qualquer competição para ser campeão.

O que o torcedor do Vasco pode aguardar do Fernando Miguel versão 2019?
Podem esperar um goleiro brigador, que vai dar a vida em campo, que vai respeitar e muito a camisa do Vasco, e que fará de tudo para realizar uma excelente campanha.

Deixe um recado ao torcedor.
Deixo aqui meu muito obrigado a todos que nos apoiaram em 2018, que estiveram do nosso lado e que não deixaram a situação ser pior. Estamos juntos e vamos comemorar muito em 2019.

placeholder