Leandro Castan

Leandro Castan se tornou um pilar da defesa cruz-maltina (Carlos Gregorio Jr/Vasco.com.br)

LANCE!
08/01/2019
17:26
Atibaia (SP)

Entre o fim do último Campeonato Brasileiro e o início dos trabalhos deste ano, Leandro Castan foi alvo do Corinthians, mas acabou não se transferindo. A negociação então, deu lugar aos trabalhos de pré-temporada no Vasco. E nesta terça-feira, primeiro dia de atividades do Cruz-Maltino no Resort Bourbon, em Atibaia (SP), ele voltou a falar sobre o tema, mesmo não querendo. E brincou sobre uma "novela" do futebol brasileiro que ainda se arrasta.

- Está resolvido, estou aqui. Não estão resolvidos os outros. Arrascaeta não voltou... - brincou o defensor, que havia explicado, antes, o contexto de declarações recentes.

- Falei, no jogo do (Emerson) Sheik que meu pai tinha me passado uma situação que, se ela se resolvesse da melhor forma, para mim, tudo bem. Ele teve conversa com Campello depois - afirmou, citando o presidente Alexandre Campello, do Vasco.

Mas Castan preferiu não se alongar. De acordo com o jogador de 32 anos, os 15 jogos que tem pelo Vasco e os 105 pelo Timão merecem igual respeito.

- Certas coisas eu não vou falar. Não vai ser numa palavra aqui ou lá que vou perder o carinho. Tenho contrato até o fim do ano, respeito muito o Vasco, que me abriu as portas. Estou aqui, muito feliz - finalizou.