Flamengo x Vasco - Valentim

Valentim dirigiu o Vaco em 46 oportunidades entre 2018 e 2019 (Foto: Delmiro Junior PHOTO PREMIUM)

Felippe Rocha
21/04/2019
19:26
Rio de Janeiro (RJ)

Alberto Valentim não é mais o treinador do Vasco. Após nova derrota e a perda do título carioca para o Flamengo, o técnico foi demitido pela diretoria ainda no vestiário do Maracanã, neste domingo. A pressão já vinha forte, principalmente nas últimas semanas. Nos últimos três jogos, foram três derrotas por 2 a 0. O diretor executivo de futebol do clube, Alexandre Faria, foi quem comunicou a demissão.

- A gente vem aqui comunicar uma decisão. O treinador Alberto Valentim não segue no comando técnico do clube. Quarta-feira, Marcos Valadares, do sub-20, vai dirigir, com o Ramon Menezes, auxiliar permanente. Agradecemos à dedicação dele e desejamos sucesso - resumiu, primeiramente, visando o jogo contra o Santos, pela Copa do Brasil.

Embora tenha preservado o agora ex-comandante da equipe, Faria deixou claro que dois fatores pesaram para que a demissão fosse consumada: a atuação da equipe no primeiro jogo da final do Campeonato Estadual, contra o Flamengo, e a possibilidade de tal pressão interferir no desempenho dos jogadores, o que pode ser traduzido como a insatisfação de parte do elenco com o comandante, conforme a apuração do LANCE!.

- Se você for pegar as equipes que decidiram os estaduais, o Vasco tem a menor folha de pagamento entre os oito. Não podemos usar como desculpa, entendemos que montamos elenco equilibrado e, com certeza, competitivo. Fato é que o primeiro jogo foi muito fora da curva. Uma partida muito ruim. Contra o Santos, o primeiro tempo foi 0 a 0 e tivemos a melhor chance. E hoje tomamos um gol de bola parada, as nossas bolas não entraram e tomamos outro gol num contra-ataque - analisou.

Contratado no ano passado, Valentim substituiu Jorginho e estreou contra o Athletico-PR. Amargou quatro derrotas seguidas logo de cara. Na luta contra o rebaixamento, o time sofreu com lesões graves, mas contou com a inspiração de Maxi López para permanecer na Série A do Brasileirão.

Nesta temporada, o time chegou a emendar 13 rodadas de invencibilidade, mas o rendimento caiu após a conquista da Taça Guanabara. Houve também problemas extracampo, mas não necessariamente ligados ao treinador, embora ele nunca tivesse sido unanimidade nem na torcida, nem entre os jogadores.

Números de Valentim no Vasco em 2018:

4 vitórias
7 empates
9 derrotas

Números de Valentim no Vasco em 2019:

14 vitórias
4 empates
5 derrotas

Aproveitamento total: 50,4%

placeholder