David Nascimento e João Mércio Gomes
17/07/2018
20:01
Rio de Janeiro (RJ)

Maior reforço do Vasco na temporada até agora, Maxi López foi apresentado pelo clube na noite desta terça-feira, na sala de beneméritos do Complexo Esportivo de São Januário. O atacante argentino recebeu a camisa 11 das mãos do presidente Alexandre Campello - Alexandre Faria, diretor executivo de futebol do Cruz-Maltino, também esteve presente. O contrato de La Barbie é válido até o fim de 2019. Aos jornalistas, o novo reforço do Vasco ressaltou que ficou apaixonado pelos torcedores - ele assistiu no estádio a vitória sobre o Bahia, na última segunda-feira.

- Para mim é uma oportunidade muito importante vir para um grande time. Falei antes que estava com vontade e voltar. Me senti importante quando meu empresário falou do Vasco. É um projeto que queria seguir, voltar para o Brasil. Consegui assistir o jogo de segunda-feira e fiquei apaixonado pela torcida. Vou fazer o melhor trabalho possível para dar alegria aos torcedores - afirmou o novo reforço do Vasco durante a sua apresentação na noite desta terça-feira, afirmando também que já treinará com o elenco no CT das Vargens na tarde desta quarta, em seu primeiro contato com os novos companheiros.


Formado nas categorias de base do River Plate, da Argentina, Maxi López ficou na equipe até 2005, quando se destacou e acabou sendo vendido para o Barcelona, quando atuou ao lado do brasileiro Ronaldinho Gaúcho e de seu compatriota Lionel Messi. Na última temporada, vestindo as cores da Udinese, entrou em campo 29 vezes e fez seis gols. 

Vale lembrar que a posição de centroavante, a de origem de Maxi López, aos 34 anos e sem atuar desde maio precisando passar por recondicionamento físico, é a considerada de maior carência no Vasco, que vinha treinando com Evander de maneira improvisada até a renovação de Andrés Rios, também argentino - ele será o terceiro hermano do elenco, que também conta com o volante Leandro Desábato. La Barbie irá vestir a camisa 11 - ele ganhou este apelido na Argentina enquanto defendia o River Plate por conta dos longos cabelos loiros e dos olhos azuis, carregando o apelido durante toda a carreira.

> Confira a seguir a íntegra da coletiva de La Barbie:

CAMISA 11 DE ROMÁRIO
É uma grande responsabilidade. Romário foi um craque, um ídolo deste time. Vou fazer o melhor dentro de mim, o tempo inteiro, para poder me consagrar aqui e representar esta camisa.

FAMÍLIA NA ITÁLIA
Falei com o presidente e meu empresário. Quando me falaram do Vasco, disse sim. Acabei deixando minha família na Itália. Aceitei por conta do projeto. Me fizeram sentir muito importante.

CARACTERÍSTICAS
Sou centroavante, com característica dentro da área. Já mostrei no Grêmio e quero fazer ainda melhor no Vasco.

CONDIÇÕES DE JOGO
Tenho que falar com o treinador. É normal que estávamos no período das férias. Estava treinando, mas tenho que fazer uma semana de trabalho para conhecer meus companheiros e entrar no ritmo, já que aqui no Brasil joga o tempo todo. Vou fazer o melhor de mim para ter condições o mais rápido possível.

ADAPTAÇÃO AO FUTEBOL BRASILEIRO
O português falo um pouco, isso é importante para comunicar com os colegas dentro do jogo. Futebol no Brasil tem qualidade. Não terei problema para entender e me acomodar no ciclo de jogo brasileiro.

ARREPIO DA TORCIDA
Cheguei no estádio e a torcida já estava gritando meu nome, sem jogar e sem chutar a bola. Isso foi muito bonito. Estava com saudade do campo cheio, da torcida. Isso eu estava necessitando.

BALANÇO DO FUTEBOL SUL-AMERICANO DIANTE DA EUROPA
O futebol sul-americano ainda tem de melhorar. Aqui no Vasco a diretoria e o presidente estão trabalhando nisso.

DIFERENÇA DO MAXI ENTRE AS PASSAGENS PELO BRASIL
A diferença é que sou um pouco mais velho, mais experiente. Vantagem em ter coisas mais importantes. Ainda posso melhorar e estou trazendo a minha experiência para ajudar. É uma coisa linda para ajudar muito.

EXPERIÊNCIA
Quando eu estava começando, agora estou nesta parte aqui, tentar ajudar. Na Udinese ajudei com um time muito jovem. Esse time aqui tem um time de jogar. Me sinto orgulhoso. Vi na segunda um time com vontade de jogar. Gostei por ajudar.

APELIDO: LA BARBIE OU TRATOR?
Me chamem como quiserem (risos). Gosto do folclore. Aqui no Brasil, La Barbie tiveram os torcedores do Internacional, quando fazia os gols com a camisa do Grêmio (risos). 

JOGADORES MAIS IMPORTANTES AO LADO
Joguei com Ronaldinho Gaúcho na sua melhor fase, Messi, Henry, Ibra, aprendi muito ao jogar no lado destes caras. Prefiro jogar com todos no mesmo time (risos).

RIVALIDADE COM O FLAMENGO
Já joguei clássico na Argentina, Espanha, Itália, Grenal aqui no Brasil... Sei que clássicos são importantes. Quando chegar no momento desta partida, farei tudo para fazer o melhor na busca da vitória.

placeholder