icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
23/09/2011
13:37

A Justiça Estadual condenou o Flamengo, a empresa BWA Tecnologia e Sistemas de Informática Ltda, a Nestlé Brasil Ltda e a DC Assessoria Esportiva Ltda por desrespeito ao Estatuto do Torcedor e ao Código de Defesa do Consumidor. Estes terão de indenizar os torcedores por danos morais e materias a cada consumidor que provar ter sido prejudicado.

O Ministério Público do Estado Rio de Janeiro (MPRJ) ainda irá recorrer à decisão com o objetivo de destituir os dirigentes dos clubes e a medida contemple toda a sociedade pelos tumultos ocorridos na distribuição de ingressos em promoção para assistir ao jogo entre Flamengo e Atlético- PR, em novembro de 2007.

Na promoção "Torcer faz Bem", os torcedores poderiam trocar latas de Neston (produto da Nestlé) por ingressos para a partida do dia 25 denovembro de 2007, que poderia classificar o Flamengo para disputar a Libertadores.

A data para a troca dos produtos por ingressos estava marcada para o dia 19 de novembro de 2007, em 12 pontos da cidade. No entanto, no dia 19, os torcedores foram surpreendidos com a informação de que a data havia sido transferida para o dia 21 do mesmo mês e que a troca seria feita diretamente no estádio do Maracanã.

Como muitas pessoas ficaram indignadas com falta de informação prévia e com as longas filas de espera, o fato causou confusão em todos os postos, gerando confrontos com a Polícia Militar.