Hernanes, Vitor Bueno e Rodrigo Nestor

Trio de meio-campistas disputa posição de Daniel Alves, suspenso (Foto: Montagem LANCE!)

Gabriel Santos
21/02/2021
07:00
São Paulo (SP)

O técnico Marcos Vizolli tem problemas para escalar o meio-campo do São Paulo contra o Botafogo, na próxima segunda-feira (21), às 20h30, no Engenhão, pela 37ª rodada do Campeonato Brasileiro. 

‘Made in Cotia’: confira as vendas de atletas da base do São Paulo nos últimos 10 anos

Sem o camisa dez e capitão do time, Daniel Alves, o meio terá uma formação diferente contra o Fogão. Hernanes, Vitor Bueno e Rodrigo Nestor lutam pela vaga na equipe titular. No empate diante do Palmeiras por 1 a 1, o Profeta entrou no lugar de Luciano aos 44 minutos da segunda etapa. 

SIMULE OS PRÓXIMOS JOGOS DO SÃO PAULO NO BRASILEIRÃO

No trio, o jogador que mais foi aproveitado foi Vitor Bueno. O camisa 12 disputou 31 jogos no Brasileirão, com dois gols marcados e duas assistências. Ao todo, Vitor atuou em 1316 minutos na competição. Como titular, o meia disputou 11 partidas, em muitas vezes atuando aberto na ponta esquerda. 

Caso ele seja escolhido por Vizolli, deve atuar como meia juntamente com Igor Gomes. Sendo assim, o setor teria Luan, Tchê Tchê, Igor Gomes e Vitor Bueno. Vale destacar que Gabriel Sara se recupera de lesão na coxa. 


Se o técnico interino optar por Hernanes, o meio-campo ficará mais defensivo, com o Profeta formando uma dupla de volantes com Luan. Na criação, Tchê Tchê e Igor Gomes serão responsáveis.

O camisa 25 tem 19 jogos pelo Brasileirão, com 492 minutos. São três gols marcados e nenhuma assistência. Como titular, Hernanes fez somente quatro partidas pela comissão técnica do então técnico Fernando Diniz. 


Para fechar uma lista de opções temos o jovem Rodrigo Nestor. Caso opte pela cria de Cotia, de 20 anos, o São Paulo terá mais movimentação no setor, já que Nestor costuma dar dinâmica tanto na marcação quanto ofensivamente. Sendo assim, ele pode atuar como um segundo volante, iniciando a construção ofensiva com Tchê Tchê e Igor Gomes. 

Nestor tem seis partidas no Brasileirão, sendo uma como titular, totalizando somente 160 minutos em campo. Ele não marcou nem deu assistências no Brasileirão, tendo em vista o pouco tempo de atuação.

Vizolli terá mais um treinamento antes de viajar ao Rio de Janeiro para encarar o Botafogo. Resta saber qual será o escolhido na vaga do capitão da equipe.

VEJA OS DADOS DO TRIO NO BRASILEIRÃO:

Vitor Bueno
- 31 jogos (11 como titular), dois gols marcados e duas assistências.
Hernanes - 19 jogos (quatro como titular), três gols e nenhuma assistência.
Rodrigo Nestor - seis jogos (um como titular), sem assistências e gols marcados.