Gabriel Santos*
17/12/2020
06:30
São Paulo (SP)

A vitória do São Paulo sobre o Atlético-MG por 3 a 0, no Morumbi, foi especial para o técnico Fernando Diniz. Pela primeira vez em quatro jogos, o comandante são-paulino derrotou Jorge Sampaoli e quebrou um tabu que durava desde a temporada passada. 

Inter se aproxima de Ramírez, Navas na mira de clube da MLS, atacante do Fla com sondagens… Veja o Dia do Mercado!

No ano passado, Diniz enfrentou o Santos comandado por Sampaoli por dois clubes. No primeiro turno, perdeu por 2 a 1 com o Fluminense na Vila Belmiro. No segundo, já com o São Paulo, empatou por 1 a 1 no mesmo estádio. Depois, Diniz perdeu para o argentino no primeiro turno do Brasileirão deste ano, por 3 a 0 no Mineirão. Agora, Diniz devolveu o placar e 'quebrou o tabu'.

VEJA A TABELA DO CAMPEONATO BRASILEIRO


Ainda na temporada passada, após o duelo contra o Fluminense, Sampaoli teceu elogios a Diniz pelo estilo de jogo, priorizando a posse de bola e movimentação constante dos jogadores.

- Nos atrai muito o jogo com a bola. Claro que seguramente há características diferentes entre nós, mas tive a oportunidade de falar com ele no congresso da CBF e me pareceu uma pessoa que ama o jogo, falar de futebol com ele é muito interessante. É um treinador que me agrada muito pela maneira como sente esse esporte e como o pratica. Eu gosto de ver as equipes dele porque sempre estão pensando em jogar - disse Sampaoli.

Diniz também após esse confronto, falou sobre a admiração que possui pelo argentino.

- Um grande prazer, alegria, poder ter um treinador do nível dele no Brasil. E poder jogar contra é sempre muito bom. Contra e com. Tentando construir um futebol melhor, mais bem jogado.  O meu maior objetivo é mostrar que o futebol pode ser algo prazeroso e transporte isso para o público - disse Diniz na ocasião. 

Admiradores e com propostas parecidas, Diniz e Sampaoli comandam os dois primeiros colocados do Brasileirão e mostram que podem conquistar títulos no futebol brasileiro.

Diniz
Diniz quebrou tabu contra Sampaoli (Foto: Rubens Chiri/São Paulo)

* Sob supervisão de Vinícius Perazzini