José Carlos Peres

José Carlos Peres durante o evento da Federação Paulista de Futebol (Foto: Thiago Ferri)

Guilherme Amaro e Thiago Ferri
28/03/2019
12:40
São Paulo (SP)

José Carlos Peres, presidente do Santos, criticou o fato de a segunda semifinal do Paulista acontecer em uma segunda-feira. De acordo com o dirigente, o clássico contra o Corinthians, com mando do Peixe, não vai ser jogado no fim de semana por determinação da televisão que transmite o campeonato.

- Eu lamento bastante, não gostei da segunda, é um jogo que merece domingo ou sábado. A televisão escolheu colocar na segunda e temos de seguir o rito da televisão. É para isto que assinamos o contrato e temos de obedecer - explicou o dirigente.

A primeira semifinal entre as equipes será neste domingo, às 16h, na Arena Corinthians - São Paulo e Palmeiras duelam sábado, no Morumbi. A volta entre Peixe e Timão acontecerá na segunda-feira, dia 8 de abril, enquanto o segundo Choque-Rei foi marcado para domingo, dia 7 de abril.

- (O Corinthians) Também estranhou, perguntamos, mas é uma decisão da grade da TV que vamos discutir muito ainda. Não dá para mudar, a TV é deles, a gente assinou um contrato e temos de respeitar a grade da TV que nos paga - acrescentou Peres.

Andrés Sanchez, presidente do Corinthians, entendeu a lamentação do adversário. Segundo ele, também reclamaria se fosse o mandante.

- Para mim é indiferente, porque é o mando não é do Corinthians. Óbvio que se o mando fosse do Corinthians eu não gostaria. O Santos tem todo direito, mas infelizmente é televisão, tem São Paulo e Palmeiras no domingo. Tudo atrapalha. Nosso calendário é isso aí - encerrou o dirigente do Timão.