O Santos ganhou a Copa do Brasil de 2010 e viu Neymar e companhia baterem o Peñarol na final da Copa Libertadores de 2011

Neymar comentou a sensação de vencer a Libertadores pelo Santos em 2011 (Foto: Nacho Doce/Arquivo Lance!)

LANCE!
22/06/2020
15:18
Santos (SP)

Há 9 anos, no dia 22 de junho de 2011, Neymar Jr conquistava seu primeiro título internacional na carreira: a Copa Libertadores da América. Quase uma década depois, o então camisa 11 do Santos garante que o título trouxe mais “experiência" e o fez crescer profissionalmente diante das adversidades.

- É um dos títulos mais importantes que eu tenho - afirmou o atual camisa dez do Paris Saint-Germain. 

Neymar comentou sobre a experiência de jogar a Libertadores, a pressão dos adversários, torcedores e todo o clima típico da competição continental. 

- Foi muito importante (ganhar a Libertadores) porque te coloca em adversidades, em jogos difíceis e que você precisa se virar. Tem a pressão da torcida, a pressão durante os jogos contra times argentinos, uruguaios e você tem que sair daquela situação, então você vai ganhando cada vez mais experiência. Por isso, é um dos títulos mais importantes que eu tenho na minha carreira - revelou o astro. 

Das 14 partidas da equipe na competição, Neymar  ficou de fora apenas do penúltimo jogo da fase de grupos, contra o Cerro Porteño, no Paraguai. O atacante marcou 6 gols, foi o vice-artilheiro do torneio e eleito o ‘Rei da América’ aos 19 anos. Até o titulo, no entanto, o time enfrentou dificuldades. Na opinião do atacante, o confronto mais difícil foi contra os uruguaios.

- Foi contra o Peñarol (o jogo mais difícil), o primeiro jogo da final. O clima do estádio estava muito louco. Nós olhávamos do vestiário a torcida e o campo e dava pra ver que a torcida não parava de cantar de pular, então o clima foi tenso. Foi um jogo muito difícil, empatamos lá em 0 a 0 e em casa conseguimos a vitória -  finalizou.

Veja os gols decisivos do Santos na conquista da Libertadores de 2011